06 novembro 2013

Chicago: Millenium Park

Nosso primeiro dia em Chicago, começou por volta das 11h, quando chegamos no nosso hotel. O ótimo (para o nosso gosto, que fique bem claro) Hampton Inn Chicago Downtown, conforme já relatei nesse post aqui. Largamos as bagagens, já que o quarto ainda não estava disponível e fomos almoçar no Rainforest Cafe, que ficava a 2 quadras do hotel. Depois do almoço, decidimos conhecer o Millenium Park. Fomos caminhando e apreciando  a bela arquitetura da cidade, com uma primeira parada para apreciar o Chicago River, e seus arranha céus. Do hotel até o Millenium Park dava uns 15min de caminhada super agradável.

O Millenium Park foi construido de 1998 - 2004, e levou esse nome porque a previsão de inauguração era para o ano 2000. A área ocupada pelo parque era uma antiga ferrovia. E hoje conhecendo a cidade com o parque, fica muito dificil imaginar uma ferrovia passando por ali. O parque está muito bem inserido no contexto da cidade, dos seus moradores e também de seus visitantes.
O parque é consideravelmente  grande e dividido em várias áreas. Passamos a tarde passeando por ele.
Mas três atracões são as que mais se destacam: O Cloud Gate ( The Bean), Jay Pritzker Pavillion e Crown Fountain.
Mapa do Millenium Park. Fonte:Google
Exposição de Ursos ( Gremistas, como disse o Dodô)
 na Chase Promenade North
*Cloud Gate:
Obra do artista Anish Kapoor, foi feita com 170 placas de aço inoxidável e tem o formato de um feijão, por isso é mais conhecido como "The Bean". Reflete  toda a paisagem circundante e as pessoas que passam horas por lá, se encarando "no espelho". Realmente é impossível passar por lá e não tirar uma foto, e o reflexo da cidade no "The Bean" é lindo mesmo. Da pra passar um bom tempo analisando a paisagem e as pessoas por ali.




Todo mundo fica brincando no The Bean, inclusive a gente também ficou
*Jay Pritzker Pavilion:
Obra do renomado arquiteto Frank Gehry, é palco de grande espetáculos, com espaço aberto que acomoda até 7.000 pessoas em eventos e shows durante o verão. Durante o período que estávamos na cidade, estava acontecendo o Chicago Jazz Festival. Como apreciadora das obras de Frank Gehry, posso afirmar que fui surpreendida mais uma vez. Um belíssimo exemplar da sua arquitetura. E no seu subsolo estão concentrados os banheiros e parte de serviço do parque.


Simplesmente lindo!
*Crown Fountain:
Obra do artista Jaume Plensa. É uma fonte de água entre duas torres, que são telões gigantes de 15m de altura, onde fica passando imagens de moradores locais da cidade. Não tivemos sorte de ver  as imagens. Nesse dia estava desligado e nas duas outras vezes que voltamos ao parque também. Mas o Dodô amou brincar nessa área molhada que se forma entre as duas torres. Ele e muitos outros visitantes.   Acaba virando uma área de playground no verão. Muito bacana.

O Espelho d'água e a torre de led ( desligada)
Um menininho aproveitando o verão de Chicago
Passeando pelo parque descobrimos vários outros lugares bacanas e um pouco menos divulgados, como a BP Pedestrian Bridge, que é uma ponte sinuosa - lindaaaa!, também projeto de Frank Gehry, vários jardins, áreas com espelho d'água, áreas de exposição artística e várias barracas de alimentação.

Adorei esses espelhos d'água! As pessoas sentavam
 no deck e ficavam com os pés na água
Lurie Garden, com o skyline ao fundo
BP Pedestrian Bridge, projeto de Frank Gehry
E o famoso Chicago Hot Dog. 
Nós adoramos o passeio pelo parque, e voltamos mais duas vezes para apreciá-lo.
Voltamos para o hotel no final do dia, passeando pela North Michigan Avenue, mais conhecida como Magnificence Mile, podres de cansados, mas muito felizes de estarmos numa cidade tão bonita!

Continue acompanhando nossos relatos da viagem a Chicago por aqui!  No Instagram, tem várias fotos na #viagensquesonhamosemchicago e também na página do Viagens que Sonhamos, no Facebook.

2 comentários:

  1. Que legal! Quando fomos a Crown Fountain não estava cuspindo água, o que fez com que a gente ficasse pouco tempo por lá.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dodô adorou brincar na água da Crown Fountain. Mas fiquei decepcionada por não poder ver as imagens. Até perguntei para um pessoal e ninguém sabia informar porque estava desligado. Voltamos de noite também, e nada!

      Assim tenho desculpa para voltar pra Chicago, rsrsrsrs

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter