1 2 3 4 5 6

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Chicago, um Museu a céu aberto

Caminhar pelas ruas de Chicago é uma experiência incrível. É impossível encontrar quase lado a lado, obras ícone da arquitetura mundial como exemplares de Mies Van der Rohe, Frank Lloyd Wright, Louis Sullivan, entre tantos outros.

Mas nem só de obras de arquitetura a cidade é representada. Muitas obras de arte, estão expostas gratuitamente aos olhos dos caminhantes.

Há muito tempo, o bairro The Loop, é um ótimo lugar para apreciar arte pública. Em um curto passeio pela área é possível visualizar obras de Miró, Picasso e Chagall. 
Isso tudo começou quando o Instituto de Arte de Chicago começou a expor várias obras em espaços públicos, com a finalidade de instruir  e agradar o público em geral. Essa atitude durou décadas, mas houve um período onde as obras já não tinham a atenção merecida, mas a partir do final dos anos 60, com novo público, novas obras começaram a surgir em locais como a Daley Plaza e o então novo complexo federal Dearborn Street.
A prefeitura criou um incentivo as artes públicas, o Percent-for-Art-Ordinance, em 1978, onde um percentual do custo de construção ou reformas de edifícios municipais era revertida em aquisição de obras de arte para esse locais.


Algumas das obras encontradas nessa região e que estão disponíveis no circuito do mapa acima são:


1-Monument with Standing Beast, obra do pintor e escultor francês Jean Dubuffet, criada em 1985. A obra tem aproximadamente 9m de altura e foi executada em fibra de vidro. Ela é composta por quatro elementos que sugerem um animal, um portal, uma árvore e uma forma arquitetônica abstrata. Logo atrás o edifício James Thonpson Center, projetado por Helmut Jahn, que serve como cenário para a obra. Vale a pena entrar no edifício para apreciar sua estrutura interna.
Escultura de Jean Dubuffet
Vista interna do James Thonpson Center
Vista interna do James Thonpson Center
2-Daley Civic Center Plaza, é aqui que fica a grande escultura, aproximadamente 15m de altura,  de Pablo Picasso. Essa obra representou uma ruptura com o estilo mais tradicional de obras de arte existe na cidade, e então, as novas obras. A obra foi criada por Picasso baseada em informações que lhe foram passadas como a história de Chicago, cartões postais antigos e livros. Picasso nunca explicou publicamente o que a obra significava, mas causou forte impacto na região, em função das suas formas abstratas.
Obra de Picasso
3-Miss Chicago, obra de Joan Miró, que a doou para a cidade. A obra tem 12m de altura e é composta por várias formas, que fazem referência a divindade da terra, estrela e raios de luz. Foi construída em aço, malha de arame, concreto, bronze e cerâmica, e instalada no local em 1981.
Miss Chicago, de Juan Miró
4-Dawn Shadows, foi criada por Louise Nevelson, inspirada no trem elevado, que passa nessa região. Foi executada em aço e pintada na cor característica das obras da artista, o preto fosco.

5-Four Seasons, mosaico criado por Marc Chagall, com 21m de comprimento, 4m de altura e 3m de largura. No painél é possivel visualizar mais de 250 cores, com imagens de sol, peixes aves e um casal de namorados, uma das figuras preferidas de Chagall. A imagem contém várias cenas da Chicago e o interessante é que Chagall continuou a modificá-la mesmo  depois de instalada.

Four Seasons - Fonte: Flickr
6-Instituto de Arte de Chicago, construído em 1893, pela empresa de arquitetura Shepley, Rutan e Coolidge, abriga um dos mais importante museus de arte do mundo. Mas os dois leões criados em bronze pelo escultor Edward Kemeys são o destaque em frente a edificação. Ocasionalmente eles são "vestidos"para homenagear equipes esportivas profissionais de Chicago ou em feriados, com grinaldas em volta do pescoço.

Leões do Instituto de Arte de Chicago - Fonte: wikipedia.org
Você conhece Chicago? Tem alguma dica para compartilhar com nossos leitores?

Para ver outras fotos, nos siga no Instagram na #ViagensqueSonhamosemChicago


Para outras dicas leia os outros posts sobre Chicago: clique aqui!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.