25 janeiro 2015

Rota Romântica na Alemanha: roteiro de 5 dias com dicas de hospedagens e passeios

A Rota Romântica é a rota mais popular e conhecida da Alemanha. É um percurso de aproximadamente 380km, entre o rio Main e os alpes, que passa por várias comunidades da região sul da Alemanha, onde a natureza exuberante, a cultura e a hospitalidade são o grande destaque. Algumas cidades da Rota Romântica, são "grandes cidades", cheias de atrações, comércio e vida própria, mas alguns lugares são pequenas comunidades, que quando percebemos já passamos por elas, de tão pequenas que são. Mas nem por isso, menos atraentes. Foram essas pequenas comunidades que mais nos encantaram. Existem basicamente três maneiras de percorrer a Rota Romântica: de carro, de ônibus ou pelas trilhas, seja de bicicleta ou a pé. Encontramos muitas famílias de bicicleta na região.
Nós optamos em fazer o trajeto de carro, principalmente pela praticidade e comodidade, ainda mais viajando com criança. Como já contei no post "Alemanha com crianças: roteiro de 13 dias conhecendo 28 cidades", viajamos por essa região sem ter reserva em hotel. O objetivo era pernoitar nas cidades que nos encantássemos, e poder fazer o roteiro com calma e sem cobrança de horários. E não é que deu muito certo? Foi a melhor decisão que tomamos.

Como sou super nervosa e organizada, claro que fui com um roteiro base, com algumas sugestões de hotéis, mas não foi preciso apelar para a minha pesquisa. Mesmo no mês de agosto, que é alta temporada, foi muito fácil achar hospedagem, e os preços das diárias foram bem razoáveis. Para pesquisar hotéis e dicas de hospedagem leia o post "Onde se hospedar na Rota Romântica, na Alemanha"
Para quem planeja percorrer a rota de carro, como nós, é imprescidível que você se organize e leve alguns mapas ou o nome das cidades que deseja passar, pois o GPS "força"o trajeto pelas estradas principais e Autobahns, mesmo você marcando que deseja evitar esse tipo de estrada.

Então para você ir pela Rota Romântica "de verdade", é preciso ir colocando os nomes das cidades uma por uma, pois dessa maneira conseguirá passar pelas rotas que passam pelos vilarejos mais bonitos. Existem algumas placas marrom identificando a rota pelo caminho, mas são poucas, e é difícil se guiar apenas por elas. Nós dividimos a rota, em duas partes, norte e sul, conforme o ótimo material do livro Estradas da Alemanha, da Publifolha. 
Rota Romântica do Norte
     

Rota Romântica do Sul

Entramos na Rota Romântica vindos de Bamberg, e levamos quatro dias para percorrer as cidades marcadas nos mapas acima, mesmo tendo reservado cinco dias para o trajeto. Deixamos de fora algumas cidades que também fazem parte da rota, por priorizar as principais cujas atrações e paisagens nos interessassem mais. Foi um ótimo período, e deu para passear com calma. No quinto dia, aproveitamos para conhecer a região conhecida como Rota dos Lagos e Alpes, que também é lindíssima e nos deixou com gostinho de quero mais.


Dia 01: Início da Rota Romântica- Würzburg - Bad Mergentheim - Tauberbischofsheim

Chegamos em Würzburg no início da tarde e fomos direto ao Residenz, palácio barroco, Patrimônio da Humanidade da Unesco. Os jardins são enormes, lindos e muito agradáveis para passear. 

Passeamos um pouco pela cidade e seguimos para o castelo Festung Marienberg, uma fortaleza no alto da cidade, com bonita vista do rio Main e dos vinhedos da cidade.




A segunda cidade da rota romântica é Bad Merghentheim, que está localizada próxima ao rio Tauber. A principal atração é o Deutschordensschloss, que abriga um museu com exposição da história dos cavaleiros que tinham a cidade como sede de 1527 a 1809. Mas o castelo estava fechado e não foi possível visitá-lo. Aproveitamos para caminhar pelo centro histórico da cidade e apreciar sua arquitetura.











Seguimos para Tauberbischofsheim para passear pela cidade e procurar hotel para passarmos a noite. Logo encontramos o Hotel Krone, e fomos atendidos pelo proprietário ( em alemão).
Hotel: Hotel Krone em Tauberbischofsheim - 55 Euros com café da manhã
Dia 02:  Creglingen - Rothenburg ob der Tauber.
Saímos cedo do Hotel Krone em direção a cidade de Creglingen, mas antes paramos para conhecer a Herrgottskirche, uma bonita igreja cujo altar é todo esculpido em madeira. Estacionamos o carro no centro da cidade, que é muito bonita, com suas casas em enxaimel e floreiras carregadas de flores.
Alemanha com criança


De lá seguimos para Rothenburg ob der Tauber, cidade cujo centro histórico fica na área murada, com grande herança arquitetônica e lindas paisagens do rio Tauber.
Já escrevi sobre Rothenburg ob der Tauber, com todos os locais que visitamos. Para ler clique aqui. Com certeza foi a cidade que mais nos encantou e por isso, foi onde passamos a maior parte do tempo. E já na chegada procuramos hotel, para termos mais tempo para curtir a cidade. Passamos quase 24h na cidade.
Alemanha com criança

Hotel: Eisenhut Hotel em Rothenburg ob der Tauber - 100 Euros
Dia 03: Shillingsfürst - Feuchtwangen - Dinkelbühl - Ausburg - Landesberg am Lech
Saímos de Rothenburg logo após o café da manhã reforçado em uma "bäckerei ( padaria em alemão) com destino a Shillingsfürst, Feuchtwangen e Dinkelbühl. As cidades ficam muito próximas uma das outras e visualmente falando são muito parecidas.
Alemanha com criança

Dinkelbühl possui um dos mais bem preservados complexos urbanos medievais do país, com seus muros e torres ao redor do centro antigo ( altstadt). Não tem o visual de vale, como Rothenburg, mas é uma cidade muito bonita, com um comércio variado, casas típicas e muito agradável para um passeio "perdidos"pelas ruelas.

Seguimos viagem para Augsburg. Chegando lá estranhamos pois estava tudo fechado, inclusive restaurantes. Depois fomos descobrir que era feriado municipal. Augsburg teve seu auge durante a renascença, sendo importante centro financeiro durante esse período e também famosa por seus artistas e artesãos.  Estacionamos o carro em um estacionamento subterrâneo próximo a Igreja de Santa Ana e seguimos até a Rathausplatz, que é a praça da prefeitura com sua bela fachada renascentista. Caminhamos pela Karolinenstrasse até a Dom, que é a catedral da cidade. Das cidades que havíamos conhecido até então foi a que menos gostamos. Talvez por ser feriado e estar tudo fechado, ou talvez pelo grande número de obras na cidade. Mas de qualquer modo é uma cidade diferente das pequenas e charmosas vilas que passamos, até pelo seu tamanho. 

Seguimos para Landesberg am Lech e lá sim, tivemos aquela sensação de cidade pequena e charmosa. A praça inclinada e a prefeitura são as principais atrações do centro antigo, muito bem preservado. Cafés e restaurantes com mesas na calçada, ruas estreitas para pedestres e o rio Lech que em pleno verão, era a atraçõa principal da cidade, com um clube a beira do rio, como se fossem as praias brasileiras. Landesberg se tornou conhecida também por ter sido escolhida por Hitler como local para escrever seu "Mein kampf".
Como os dias escureciam tarde, aproveitamos para seguir viagem até Rottenbuch, para no dia seguinte seguir cedo até Füssen. No caminho avistamos um hotel no meio do campo que achamos muito bonito. Paramos, gostamos e havia disponibilidade. Foi ali que decidimos descansar do dia
corrido e recuperar as energias para o próximo dia.

Hotel: Wellness Landhotel em Rottenbuch - 85 Euros com café da manhã
Dia 04: Visitamos Rottenbuch - Wieskirche - Füssen - Início da Rota dos Alpes: Schloss Lindenhof - Oberammergau
Saímos cedo do hotel, com destino para a Wieskirche, Patrimônio Cultural da Unesco. Incrível como em essa parte sul, a paisagem é completamente diferente ao trecho norte, com campos e os alpes ao fundo.


Wieskirche é uma igreja considerada obra prima da arquitetura da Alemanha no século XVIII, obra de Dominikus Zimmermann. A igreja foi concluída em 1754 em um local onde a mulher de um fazendeiro havia visto lágrimas de uma estátua de cristo. A igreja é muito visita por turistas e peregrinos. Olhando de fora aparenta uma igreja comum, mas ao entrar ficamos surpresos com seu belíssimo interior.
Conhecida a igreja seguimos para Füssen visitar o tão comentando Castelo de Neuschwainstein. Ficamos um pouco decepcionados com a desorganização e quantidade de turistas no castelo, mas é muito bonito. Leia "Castelo Neuschwainstein: dicas práticas para conhecer o castelo e outros passeios para fazer no mesmo dia".
Fomos ao conhecer o centro da cidade, e também os lagos, como contei nesse post: Castelo Neuschwainstein: dicas práticas para conhecer o castelo e outros passeios para fazer no mesmo dia. Eu imaginava que amaria Füssen e iriamos querer passar a noite na cidade, mas como não achamos nada demais, preferimos seguir viagem e iniciar a Rota dos Alpes, conhecendo o maravilhoso Castelo Linderhof. E para chegar até lá foi preciso entrar na Austria.


De lá seguimos até Oberammergau - leia "Oberammergau, a famosa cidade das casas decoradas na Alemanha", para conhecer mais a cidade. Uma graça de cidade, cujos casarões são decorados com trabalhos de entalhe em madeira e pinturas. Já estava tarde e resolvemos passar a noite na cidade.



Hotel: Gasthaus zum Stern em Oberammergau- 80 Euros com café da manhã


Percorremos a Rota Romântica no mês de agosto, no auge do verão e foi muito gostoso. O calor não era extremo e os dias eram longos, o que facilitava a nossa programação diurna. A noite chegava depois das 21h, e era uma delícia ficar na rua até mais tarde. Mas não se esqueça que muitos restaurantes fecham cedo. Era normal, nos avisarem que os pedidos de jantar podiam ser feitos somente até às 20h ou 20h30.
Eu havia reservado cinco dias para fazer a rota, mas em quatro dias, foi possível conhecer com calma e tranquilidade as principais cidades e vilarejos.
Todas as estradas são bem sinalizadas e pavimentadas, mesmo as estradas mais simples. Embora a sinalização da Rota Romântica, em si, não seja um trajeto muito sinalizado, era geralmente passeando por essas estradinhas que descobríamos as paisagens mais bonitas, as pousadas mais aconchegantes e os cafés e Biergartens mais saborosos. Todas as construções com suas floreiras nas janelas carregadas de flores e cidades limpas.
Seguro Viagem Obrigatório | Para viajar pela Alemanha,  todo o turista deve portar seguro viagem no valor de pelo menos 30.000 Euros, de acordo com o Tratado de Schengen, determinado por 26 países europeus. Leitor do Viagens que Sonhamos tem benefício extra com desconto de 5 % sobre os valores de tabela, usando o código VIAGENSQUES5  no Seguros Promo. Não perca a chance de viajar com segurança. Pesquise planos e valores nesse link.




Post editado em 22 de abril de 2016
Para ler todos os posts sobre a Alemanha, clique aqui. Para acompanhar nossas fotos no Instagram, nos siga no @Fran_agnoletto ou na hashtag #ViagensqueSonhamosnaAlemanha
Outros posts sobre a Alemanha:
* Alemanha com criança | Roteiro de 13 dias conhecendo 28 cidades
* Rota dos Alpes na Alemanha
* Onde se hospedar na Rota Romântica na Alemanha
* Rothenburg ob der Tauber, a cidade mais bonita da Rota Romântica
* Oberammergau, a famosa cidade das casas decoradas
* Munique | Porque eu não gostei da cidade e o que vale a pena visitar
* Onde se hospedar para visitar Munique
* Bamberg | Roteiro de passeio a pé para conhecer a cidade
* Dresden, roteiro de um dia na cidade
* Nuremberg | O que fazer, onde ficar, o que comer e outras dicas
* Castelo Neuschwainstein: dicas práticas para conhecer o castelo e outros passeios para fazer no mesmo dia
* Zugspitze, o ponto mais alto da Alemanha. Diversão no inverno e verão
* Berlim em família, roteiro de três dias pela cidade
* Berlim com criança | Quando ir, onde ficar e como se deslocar
* Playmobil Fun Park | Parque temático na Alemanha
* 15 fatos que descobri sobre a Alemanha e os alemães
* Folklorehof, um hotel com a cara das casinhas alemãs
* Onde comprar chip de internet e telefone na Alemanha
Quer reservar hotel na Alemanha?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog.
Procurando carro para alugar na Alemanha?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu carro através da nossa página e Rentcars, você não paga nada a mais por isso, e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Nós já experimentamos o serviço e aprovamos.

Para salvar no Pinterest:

53 comentários:

  1. Parabéns pelas explicações!
    As mais detalhadas que encontrei na internet!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Rafael!!
    Fico super feliz!!! Espero que tenham uma ótima viagem. A Alemanha é encantadora!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  3. oi Francine, Adorei suas explicações e seu roteiro pela rota romântica. Vou fazê-la em Agosto desse ano e dormirei em 3 cidades: Wurzburg, Rottenburg ab de Tauber e Fussen.
    A minha dúvida é: como vc fez com as bagagens no carro quando passava e parava nessas cidades pequenas para visitar? Não é perigoso deixá-las no carro?
    Nunca tive medo de deixá-las no carro, mas depois que li o post do Ricardo Freire no viaje na viagem sobre isso passei a ter pavor com os comentários. Ano passado não consegui aproveitar uma atração no interior da França pq havíamos deixado o carro com bagagens no estacionamento. Deu tudo certo! Mas será que o jeito é só rezar? rs...
    Essas cidades pelas quais vc passou são seguras?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi franceie adorei tuas explicações somos um grupo de Sras. Da terceira idade q viajamos sozinha e nosso próximo passeio será Alemanha . Gostaria muito de saber por onde iniciaremos nossa viagem gostaríamos muito de conhecer Colonia e também Endburga será q fica muito distante uma da outra espero sua resposta obrigada Idelma obs alugamos carro em nossas viagens

      Excluir
  4. Oi Julia,
    Olha, nós tinhamos uma mala de bordo pequena e uma grande, fora o carrinho e tralhas do pequeno. Eu organizava a roupa e os itens que precisariamos todos na mala de bordo e o restante deixávamos dentro do carro.
    Como sempre ficamos com um pé atrás, a gente pedia no hotel, se teria problema, e realmente não tivemos.
    Alguns hotéis tinham estacionamento, e nas cidades pequenas, ficava na rua mesmo. Em Rothenburg ficou na rua. Wurzbrug não ficamos. Acabamos dormindo numa cidadezinha pequena após. Nem em Fussen, dormimos em Oberammergau e também ficou na rua.
    Eu achei super tranquilo. Acho que talvez cidades maiores, como Wurzburg, ou Augsburg tenham alguma risco, mas as pequenas achei muito tranquilo.

    Beijão, Fran

    ResponderExcluir
  5. Fran, adorei seu post, muito explicativo, certamente vou utilizá-lo na minha próxima viagem! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adorando seu site!
    Me diz uma coisa, quando voaram para Alemanha, fizeram conexão onde? Passaram por qual imigração?

    Aguardo retorno.

    Abraços,

    Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Viviane!
      Obrigada!
      Nós voamos TAP e fizemos a imigração em Lisboa.
      Abraços, Fran

      Excluir
  7. Achei suas fotos com qualidade muito boa! Qual Câmera utilizaram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helton,

      Obrigada! A maioria das fotos são da Nikkon D3100.
      utilizo também o Iphone 6 e a GoPro3.

      Abraços

      Excluir
  8. Oi, Franci!!!!

    Parabéns pelos posts!!!

    Queria saber... vocês entraram no Linderhof????

    Obrigado e Parabéns,
    Vladimir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vladimir,
      Infelizmente quando chegamos no Linderhof a bilheteria estava fechando e não conseguimos entrar. Passeamos apenas na área externa, que e muito linda.
      Abraços,

      Excluir
  9. Olá Francine! Seu post é um dos melhores que já encontrei! Adorei!

    Queria uma dica de onde você alugou carro para fazer este trajeto. Pelo que entendi, você alugou na Alemanha e devolveu na Áustria, é isso?

    Se puder me dar uma dica, e lembrar de valores, agradecerei muito!

    Parabéns pelo blog!
    Abraços, Simone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone!!!
      Aluguei com a Rentcars que é parceira aqui do blog. Não lembro valores. Reservei aqui no Brasil e já fui com tudo pago. Retirei o carro em Berlin e devolvi no aeroporto de Munique. Tenho um post de como funciona a Rentcars aqui: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2015/05/rentcars-alugando-carro-com-praticidade.html

      Fico super feliz que tenha gostado do post!!!
      Beijão

      Excluir
  10. Olá, Gostaria de uma enorme ajuda. Eu e Minha namorada iremos para Alemanha em Novembro. Chego em Frankfurt dia 22/nov e Volto pela mesma cidade para o Brasil dia 28/Nov. A principio gostáriamos de fazer a rota romantica/castelos, mas estamos super perdidos por onde começar o roteiro. Se puder ajudar agradeço. Meu Email lenilson_lucena@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lenilson,
      Vocês podem começar por Wurzburg mesmo, pois fica bem próximo de Frankfurt. Seguem até Füssen e depois podem escolher um trajeto alternativo para voltar até Frankfurt, conhecendo outras cidades.
      Abraços,

      Excluir
  11. Parabéns pela viagem e pelo ótimo trabalho nas explicações.
    estou pensando em fazer este passeio no início de janeiro. Vc saberia informar se nesta época as estradas são transitáveis, se o acesso é tranquilo para quem não está acostumado a dirigir sob condições de neve e se as atrações turísticas funcionam?
    Obrigada,
    regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Regina,
      Infelizmente não sei lhe ajudar muito sobre essa época.
      As atrações funcionam normalmente, mas pode ter chance de neve sim. Já que os ônibus não circulam no Neuschwainstein em dias de neve, sendo a única alternativa subir de charrete.
      beijos

      Excluir
  12. Parabéns. Pela página , foi muito útil 👏

    ResponderExcluir
  13. Excelente post. Rico em detalhes e fotos.
    Aproveito para convidar voces, caso queiram, para dar uma entrevista, depoimento no meu blog ou deixar algum comentário lá.
    http://www.miglioriviaggi.com.br/p/viajantes.html
    E voces podem sem problema alguma deixar o link para o seu blog também.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o texto e o blog! Estamos querendo ir de lua de mel fazer a rota romântica e Paris ser´pa em abril de 2016. Você acha melhor começar a rota por Frankfurt ou Munique?

    ResponderExcluir
  15. Oi Raquel,
    Teoricamente da na mesma.
    A diferença é que começando por Munique, você vai iniciar o trajeto pelo sul, subindo a rota. Começando por Frankfurt, você irá descendo em direção ao sul.
    A região sul é onde a paisagem muda mais, em função dos alpes.
    Acho que a oferta de voos para Frankfurt, saindo do Brasil é maior.
    Espero ter ajudado,
    Bjs, Fran

    ResponderExcluir
  16. Amigos o site está maravilhoso, mas uma pergunta: É fácil estacionar nas cidades da Rota Romântica? São caros estacionamento ? É tumultuado? Pretendo ir no mês setembro ou outubro ou, então, abril/maio. Tem experiência em viagem, mas nunca tive coragem de alugar carro.Abraço e aguardo retorno. Garrett pedrovgarrett@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro,
      Foi bem tranquilo estacionar. A maioria das cidades tem áreas de estacionamentos, que o próprio GPS indica. Não lembro agora o valor, mas nada absurdo, sendo cobrado por hora.

      Excluir
  17. Parabéns pelo blog! Ótimas informações!Só uma pergunta... você acha possível fazer uma viagem dessa sem falar inglês ou alemão, ou qualquer outra língua? rsrsr... Meus pais estão querendo fazer uma viagem "por conta", mas meu medo é a barreira do idioma. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gissele,
      Claro que falando a língua sempre fica mais fácil, mas se eles forem com as reservas feitas e tudo esquematizado daqui, não vejo problemas. Nós paramos em algumas GastHaus que não falavam inglês e o foi jeito foi apelar para a mímica. mas isso porque fomos sem reservar de hoteis.
      beijos,

      Excluir
  18. Parabéns pela qualidade das informações, organização e principalmente pela disponibilização do roteiro detalhadamente!!!! A publicação neste nível de apresentação ajuda muito o planejamento de uma viagem. Quem está com crianças precisa mais prevenção nesta hora e "menos aventura". Obrigado!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo.
      Muito obrigada! Eu fico muito feliz com esse retorno.
      Espero que a viagem de vocês seja maravilhosa e se lembrar manda algumas fotinhos para a gente acompanhar!
      Abraços,

      Excluir
  19. Adorei seu blog ,muito bem explicado,estou planejando ir em setembro para a Alemanha,eu e meu marido,será que em 4 dias é suficiente para conhecer a Rota romântica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      É possível sim. Mas vocês terão que priorizar algumas cidades!!

      Beijos,

      Excluir
  20. Oi Francine,
    Seu post está realmente incrível!!! Gostaria de esclarecer uma dúvida. Estava cotando preços de aluguel de carro e ao ler a política de uso dizia ser necessário a carteira internacional. Fiquei um pouco tensa, pq nunca tinha lido a respeito disso. Vocês possuíam essa carteira? Ou basta a CNH brasileira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabela,

      Sim, viajamos com a carteira internacional. Aliás sempre que viajamos levamos a carteira internacional junto com o passaporte. É bem fácil para emití-la. Apenas é preciso ir até um Posto Detran e pagar a taxa de emissão.
      Beijos,

      Excluir
  21. Oi Francine. Tenho 12 dias para fazer a rota romantica. Vc acha que é muito tempo? O que seria melhor. Ficar mais dias nas cidades que vc visitou ou passar por mais cidades? Obrigado. Odair

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Odair,
      Eu acho muito tempo, eu conjugaria com uns dias em Munique ou Nuremberg ou esticaria até a algumas cidades da Rota dos Alpes, que também é maravilhosa. Já escrevi sobre ela.
      Sete dias na Rota Romântica acho perfeito. da para visitar tudo com calma.
      Abraços e depois nos conte o que decidiram!!!!

      Excluir
  22. Farei junto com outras cidades. Obrigado pela atencao !!! Abs

    ResponderExcluir
  23. Excelente seu post!
    A Rota Romântica será a parte final da minha viagem no mês que vem, e estou aqui a ver as melhores atrações e cidades para visitar.

    Muito legal o seu texto. Ajudou muito!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tiago,
      Que bom que gostou. Espero que sua viagem seja maravilhosa!!
      Depois voltem para nos contar!!
      Abraços

      Excluir
  24. Oi Francine tudo bem?

    Que linda a viagem ....

    Para atravessar para Austria(quando foram conhecer o Castelo Linderhof), tem que passar por alguma fronteira terrestre.... ou simplesmente se pode entrar na Áustria e depois voltar à Alemanha....É que eu queria conhecer a cidadezinha linda de Hallstat na Áustria e depois retornar para a Alemanha...

    Obrigada Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu,
      Não passamos por nenhuma fronteira. Aliás se não fossem as placas e o GPS nem saberíamos que estávamos na Austria. Não precisa se preocupar quanto a isso.
      Muito tranquilo.
      Beijos e boa viagem

      Excluir
    2. Oi Francine, muito obrigada.

      Tudo de bom para vocês.

      Lu

      Excluir
  25. Eu vou fazer a rota em 7 dias, onde vc acha que vale mais a pena esticar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel,
      Eu ficaria duas noites em Rothenburg. Amei demais lá, ou esticaria até algum lugar da Rota dos Alpes, como Garmish, que também é um encanto de cidade.
      Olhe esse post: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2015/09/rota-dos-alpes-na-alemanha.html
      Beijos

      Excluir
  26. Oi Francine tudo certo? Eu acho linda demais essa rota e você escreve lindamente.

    Pretendemos conjugar essa rota com a Rota dos Alpes, ir até Hallstatt na Austria e voltar para Munique.

    Deixa eu te perguntar: tem que ter algum selo-pedágio para colar no carro para passear pelas estradas das Áustria?
    E será que é possível alugar o carro em Frankfurt por exemplo na Rentalcars, ir até a Áustria com esse mesmo veículo e retornar a Alemanha?

    Muito obrigada
    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana,

      Obrigada. Fico feliz que tenha gostado.
      Nós alugamos o carro com a Hertz através da RentCars e não tivemos problema algum em passar pela Austria com ele. Não fizemos um trajeto longo, mas me informei e disseram que não havia problema.
      Na Austria não passamos por nenhum pedágio, e na Alemanha nós pagamos em dinheiro. Não comprei selo de pedágio.

      Espero ter ajudado,

      beijos

      Excluir
  27. Francine. Voce está sendo nosso guia de bolso e inspiração rsrsrs. Vamos (eu, meu marido e meu casal de gemeos com 5 anos) no final de Junho/Julho, e queríamos juntar Berlim, a rota de 13 dias que você fez, a Rota Romântica e a Floresta Negra que tb. nos foi muito indicada. Mas só temos 18 dias inteiros (excluindo os dias de chegada e retorno). Assim, se fosse possível será que você conseguiria falar qual cidades você não retornaria (pq é igual a outras melhores, ou pq não tinha nada novo para ver etc) ou reduziria o tempo de permanência, já sei que Munich seria um delas rsrsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii
      Vc viu nosso roteiro completo pela Alemanha?
      Nós fizemos justamente Berlim, Nuremberg e Rota Romântica em duas semanas. Acho que em 18 dias vc consegue sim incluir a Floresta Negra.
      Da uma olhadinha nesse post: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2014/08/alemanha-com-criancas-roteiro-de-13.html

      Nós amamos a Alemanha, com excessão de Munique kkkk
      Mas já sei que precisamos voltar para tirar essa má impressão.
      Abraços e depois volte para contar como foi

      Excluir
  28. Boa Noite Francine, Adorei seus comentários. Estamos programando nossa viagem para Julho e temos 8 dias entre Colonia e Munique, e queremos fazer a Rota Romântica. Nossa ideia é usar 3 dias entre Wurtzburgo e Munique, então teríamos apenas este tempo para fazer o seu roteiro da RR, voltando para Munique, quais lugares você sugeriria corta para adaptar o roteiro ao nosso tempo e poder visitar a cidade Austriaca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      A cidade mais bonita e charmosa é Rothenburg. Coloquem como ponto principal a cidade e usam o restante do tempo para os deslocamentos e paradas.
      Poderiam colocar no roteiro Rothenburg e Fussen e os restante seria lucro

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter