04 abril 2020

10 Fatos CURIOSOS que aconteceram conosco em viagem

Atire a primeira pedra, qual viajante nunca passou perrengue durante uma viagem. Algumas vezes são situações tão irreais que até parecem mentira.

Perrengue no dicionário, significa uma situação complicada, difícil de ser resolvida. Aquele tipo de situação que foge do nosso planejamento, que acontece sem termos previsto, nos causando "certo"desconforto.

Leia também:

Nós já passamos por algumas situações bem bizarras, outras que nunca imaginaríamos estar vivendo. Algumas situações planejadas, mas por motivo de força maior, deram errado.  Outras sonhadas, que que se pensássemos acontecendo nos dias atuais, parecem mentira. Compartilho com vocês alguns perrengues e situações inusitadas que já vivenciamos em nossas viagens pelo Brasil e pelo mundo.


1. Viagem só de ida |


Não seria um perrengue, se não existisse o final de história. Minha primeira viagem de avião foi para Foz do Iguaçu. Meus pais queriam levar as três filhas para andar de avião, mas como era muito caro, compraram a viagem de ida, de avião e a de volta, de ônibus. Até aí, tudo perfeito. A viagem de ida foi linda, com tudo o que tínhamos direito para realizar o sonho de viajar de avião pela primeira vez. Contei mais dessa viagem no post "As Viagens da minha infância".

O perrengue veio justamente na hora de voltar para casa. A viagem seria longa, realizada a noite e no inverno, o que significava temperaturas negativas. Não lembro de termos passado tanto frio na vida, quanto nessa viagem de volta para casa. Todos os outros passageiros, haviam levado cobertas para se proteger do frio, pois sabiam da situação, o que não era o nosso caso. Lembro de alguns passageiros nos emprestarem toalhas de banho para que pudéssemos nos aquecer. Foi punk! Mas continuamos aqui firmes e fortes!!!

2. Uma moto para três pessoas |


Em alguns lugares do mundo, é muito comum as pessoas se locomoverem de moto. Inclusive, com vários passageiros e bagagem extra. Quando estivemos em Bali, vimos que seria a melhor maneira para nos deslocarmos por lá, já que o trânsito é terrível.

Eu logo pensei nessa possibilidade, mas  Ariel não queria alugar moto de jeito nenhum, pois nunca havia dirigido  e não tinha habilitação do tipo. Eu tive uma moto do tipo Biss (quem lembra?) e me ofereci para dirigir, afinal experiência eu tinha. Na hora, ele topou ser o piloto 😂
Alugamos a moto, desbravamos as praias de Bali e fomos muito felizes na ilha. Graças a Deus não teve perrengue e Dodô tinha só 5 anos e era bem magrinho. Hoje em dia, acho que não caberíamos mais os 3 em uma só moto.

3. Mãe inexperiente |


A primeira viagem internacional do Dodô foi quando ele era bebê, em um voo noturno para os Estados Unidos. Já tínhamos feito outras viagens pelo Brasil, mas todos voos curtos, diurnos.  Pra variar um pouco, eu estava muito apreensiva com essa viagem, como toda mãe de primeira viagem.

Levei uma mala de mão extra para ele, com muitas mudas de roupas, pijamas, brinquedos, fralda, leite, enfim tudo o que ele poderia precisar e muito mais, confesso. Foi tudo perfeito, se não fosse o fato da fralda ter vazado e como ele dormia no meu colo, ter encharcado a minha roupa de xixi.

Ficou o aprendizado: sempre leve muda de roupa extra para todos membros da família. Consegui trocar a calça só quando chegamos no hotel no dia seguinte. Espero que os vizinhos de assento, não tenham se incomodado com o aroma de xixi de bebê.

4. Pulando do barco em alto mar |


Durante a viagem que fizemos para a Tailândia vivemos muitos fatos inusitados ou que pelo menos, não estávamos habituados. A maioria das ilhas da Tailândia só são acessíveis de barco. Até ai, tudo ok. Sabíamos disso.

Passamos alguns dias em Railay Beach, uma praia maravilhosa e de lá iríamos para a famosa ilha de Koh Phi Phi. Compramos a passagem e o ponto de embarque seria na beira da praia mesmo. Chegamos lá e vimos os famosos barquinhos tailandeses nos aguardando. Ficamos surpresos pois sabíamos que o trajeto seria feito em ferry. Mas depois nos explicaram a situação: iríamos de barco tailandês até alto mar, onde encontraríamos o ferry.
Mas daí que veio o perrengue. Quando chegamos em alto mar foi preciso pular de um barquinho tailandês para o ferry, com criança e mala. Pensem no medo. Mas para eles, parecia uma situação muito normal. Afinal estão acostumados a fazer isso diariamente. Sobrevivemos, graças a Deus!!

5. Punta Del Este sem hotel |


Passamos semanas combinado uma viagem de carro para Punta Del Este com uns amigos. Iríamos em dois carro, sendo dois casais em cada carro e um dos casais alugou um apartamento pra ficarmos hospedados. Tudo certo para a viagem. Combinamos de sair de madrugada, para chegarmos em Punta Del este, no início da noite. Ja contei esse perrengue com mais detalhes nesse link aqui.

Durante a madrugada pré viagem, um dos casais teve uma discussão, decidindo não viajar mais, pois iriam se separar.  Daí começaram os problemas: um casal teria que ir sozinho, mas não havia preparado a Carta Verde (documento necessário para entrar no Uruguai com seu próprio carro) e estávamos sem hospedagem.

Chegamos no Uruguai sãs e salvos (os 3 outros casais) e conseguimos um outro apartamento, de última hora, em pleno feriadão. E o outro casal?? Fez as pazes e conseguiu chegar em Punta no mesmo dia 😂 Seria cômico se não fosse trágico. A amizade acabou naquele dia. Nunca mais tivemos contato, desde então.

6. Vô perdido na Disney |


Essa é uma história de família que nunca mais esqueceremos. Teve um ano que planejamos uma viagem à Disney para comemorar o meu aniversário, com toda a família.

Passamos o dia no Magic Kingdom, meu parque preferido, todos felizes, mas de repente, meu pai que é muito inquieto desapareceu. Sem saber falar nada em inglês.  Passou uma hora, duas horas, começou a escurecer e nada dele aparecer. Enquanto isso, ficávamos parados no mesmo lugar, enquanto alguns o procuravam. Quando já tínhamos perdido as esperanças, aparece ele de mãos dadas com uma cast member. Hoje todos riem da história, mas eu tive vontade de dar uns tabefes nele 😂

Quando ele viu que não tinha mais jeito, pediu ajuda a uma cast member que encontrou alguém que falava espanhol para ajudá-lo. Ele se defendeu no portunhol, mas depois nisso, nunca mais saiu sozinho sem o cartão do hotel no bolso e finalmente resolveu ir aprender inglês. Se fosse hoje, tenho certeza que ele se viraria bem. Tem mais histórias desse perrengue nesse link.

7. Austrália sem visto |


Esse foi perrengue, nível hard. O maior prejuízo que tivemos em viagem foi para a Austrália. Era uma viagem dos sonhos, planejada ha muito tempo.

Eu estava grávida e Dodô era pequeno. Foi chegando próximo ao dia da viagem e nada do visto australiano  do Ariel ser liberado.  O meu visto e o do Dodô, havia sido liberado logo após a solicitação. No dia do então embarque, eu fiz uma ecografia e descobri que havia perdido o bebê e sem visto não seria possível embarcar.

Tivemos que modificar a data das passagens de ida, perdemos outros voos internos e hospedagens que já estavam pagas e deixamos de conhecer a Grande Barreira de Corais. O visto chegou alguns dias depois e conseguimos fazer parte da viagem planejada, mas teremos que voltar para conhecer o que ficou faltando.
Sobre o aborto, a médico liberou a viagem, pois provavelmente eu expulsaria o feto sem maiores problemas. Foi tudo ok na viagem, mas não teve jeito, na volta, tive que fazer o procedimento de curetagem.

8. Resgate do surfista |


Esse foi cômico para quem assistiu da areia 🙈 Na última viagem ao Hawaii, percorremos três ilhas havaianas em busca das melhores ondas de surf. Um certo dia, na ilha de Oahu,  fomos conhecer uma praia e enquanto o Ariel foi surfar, eu e o Dodô ficamos brincando na areia.

As ondas eram bem grandes e fortes. Depois de alguns minutos, que ele havia entrado no mar, vemos um  salva vidas de jet ski, fazendo um resgate. Quando ele chega mais perto, vimos que o resgatado era o Ariel.  Ele jura que foi só uma carona, para fugir das ondas gigantes, mas eu duvido até hoje.

9. Multa na Inglaterra |


Essa história é daquelas difíceis de acreditar. Fizemos uma viagem maravilhosa de carro, pelo interior da Inglaterra, conhecendo a região de Cotswolds. O último dia de viagem passamos para conhecer Oxford, já que nosso voo seria apenas a noite. Deixamos o carro em um estacionamento coberto, colocamos de ticket no para brisas, conforme recomendações e saímos para passear pela cidade a pé.

Quando o horário de vencimento do ticket se aproximava, Ariel foi até o estacionamento enquanto eu fiquei esperando no restaurante, para colocar mais créditos de estacionamento e trocar o ticket do para brisas. Passeamos mais um pouco e quando chegamos de volta ao estacionamento para irmos ao aeroporto, um envelope amarelo estava fixado no vidro do carro. Um "lindo"presentinho de 100 libras para pagar, por estar sem o ticket de estacionamento. Ficamos sem entender nada.

Mas fomos conferir o ticket do para brisas e adivinhem?? No momento que o Ariel foi colocar o novo ticket no para brisas ele fez confusão entre os bilhetes e colocou de volta, o ticket expirado, enquanto que o novo ticket foi colocado amassado no lixo. Marchamos com 100 libras que foram pagas à locadora de carros. Depois desse episódio, nunca mais nos confundimos com bilhetes de estacionamento.

10. Pouso forçado de teco teco |


Um dos motivos que nos levaram a querer conhecer Porto Rico era o desejo de conhecer a pequena ilha de Culebra, onde fica  uma das praias mais lindas do mundo, Flamenco beach. Culebra, é uma pequena ilha, pertencente à Porto Rico, que só é acessível de avião teco-teco ou de ferry.

Antes de viajar eu pesquisei muito sobre como chegar à Culebra e tudo o que eu lia dizia que a melhor forma seria de teco teco, pois para ir de ferry, seria necessário ir de madrugada para o porto ficando horas na fila e correndo o risco de não conseguir embarcar pois o ferry é prioritário para moradores. Isso sem comentar as quase 2horas em mar aberto até Culebra. Como eu não estava satisfeita, resolvi decidir como chegar em Culebra apenas quando estivéssemos em Porto Rico, para confirmar as informações. Dito e feito, não havia outra opção: teríamos que encarar o voo até a ilha.

Eu já estava mais nervosa do que o habitual, pois seria nossa primeira vez em um avião para 9 pessoas, incluindo o piloto. Não havia espaço para bagagens, apenas uma pequena bolsa. No check in nos pesaram e os lugares foram distribuídos de acordo com o peso. Sabem aquele ditado: se tiver medo, vai com medo mesmo? Foi assim que embarcamos.
Antes de tudo acontecer
O voo iniciou perfeito, com um voo panorâmico sobre San Juan, mas de repente, vejo o piloto, que não saia do celular, fazer manobras para o sentido contrário ao de deveríamos estar seguindo. Mas ainda não estava entendendo, achava que fazia parte do tour panorâmico. Quando vejo, de repente estávamos em frente a pista do aeroporto para pouco. Graças a Deus, pousamos com segurança. Perguntamos ao piloto o que aconteceu e ele simplesmente pediu para desembarcarmos, pois a aeronave apresentou problemas. Ele iria consertar a aeronave para continuarmos o voo 😠

Se eu estava com medo, a partir desse momento, fiquei apavorada. Se estivesse sozinha, teria desistido da viagem, mas Ariel não deixou. O piloto desistiu de consertar a aeronave, uma nova aeronave chegou e voamos com segurança (e com medo) até a linda ilha de Culebra.
A linda praia de Flamenco
Espero que tenham gostado das nossas histórias de viagem. Graças a Deus não tivemos nenhuma tragédia!! E você já passou perrengue ou teve algum fato curioso viajando por ai? Conta para a gente!!!


Para ver mais fotos, dicas e vídeos, nos siga no Instagram no perfil @Fran_Agnoletto


Reserve sua viagem_______________
🏨 Reserve  HOTEL no BOOKING.COM, com cancelamento gratuito.
📍Compre INGRESSOS, com a TOURON. Evite filas e ganhe tempo.
💪Compre SEGURO VIAGEM com a SEGUROS PROMO. Cupom de desconto:  VIAGENSQUES5
🚘  Alugue  CARRO com a RENTCARS.
📱Compre CHIP DE CELULAR, com OMEUCHIP. Cupom 15% de desconto: VIAGENSQUESONHAMOS 

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter