22 junho 2013

Internet na Inglaterra

O fato é que ninguém mais consegue viajar desconectado, pelo menos eu não consigo! Ainda mais deixando o filhote em casa.

Depois da péssima experiência de estar conectado ( ou não conectado, rsrs) na Austrália, como contei aqui, tratei de logo comprar um chip para o meu iphone. Até porque tinha feito todo o planejamento usando o Google Maps ( logo teremos post explicando como usar o Google Maps para turismo).

Já tinha feito uma pesquisa prévia sobre operadoras e preços.
Quando chegamos, no desembarque, haviam várias máquinas self service vendendo chips, mas achei o preço salgado...
e fiquei com medo que não saberia "fazer funcionar". Então resolvi procurar uma loja.

Essa é a fachada da Three, na Oxford St
No primeiro dia, fomos pra Oxford St, a procura de lojas de telefonia. Logo achei uma Three. Pedi pelo chip para o Iphone - SIM CARD - e o atendente me ofereceu o pacote de dados para 30 dias, por 15 libras. Optei por esse mesmo.

Essa foi a opcão que escolhi!
Foi só trocar o chip original pelo novo, desligar o aparelho e religá-lo. Lembre-se que para funcionar não pode estar no modo avião, ok?

O sinal era ótimo, pegava em todos os lugares.

Apenas um dia em Bath, não havia conexão. Procurei uma loja, para ver o que estava acontecendo, e o atendendo nos explicou que a rede estava em manutenção em toda Inglaterra, e que o sinal voltaria as 14h30. Dito e feito, 14h30, o sinal estava de volta! Até parece que no Brasil, também, é assim, né????

Lembrando que existem várias outras operadoras, com opções similares, como Vodafone, O2, TMobile, Orange....

Um comentário:

  1. Concordo! Não dá mais para ficar sem internet! Eu pelo menos não consigo! Eu paguei mais caro no chip, no aeroporto! Mas a gente não sabia bem onde procurar e queríamos entrar logo na internet para dar notícias para a família, pagamos 25 libras!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter