13 junho 2014

Seguro de Viagem: MIC, a experiência da Sabrina

Continuando a série de posts sobre seguro de viagem, hoje publicamos relato sobre a MIC. A família da Sabrina Mendonça, autora do blog Viajar e Comer, levou um susto durante a viagem e ela nos conta como foi o atendimento da MIC.

Qual o destino da viagem e quando foi realizada?
Foi para os Estados Unidos: Orlando, Miami e NY, realizada em novembro de 2008.

Qual o seguro contratado e porque?
Minha agente de viagens indicou o MIC, pois estava com excelente custo benefício e ela me falou que o atendimento era rápido.
Onde adquiriu, online, por agência ou outra maneira? Lembra o valor?
Agência de viagem. 
Não, faz tempo, mas foi bem mediano…Comprei o de $25.000 de despesas médicas, tinha um mais em conta de $12.000, e outro superior de $50.000. Optei pelo intermediário.

Como foi o primeiro contato com o seguro, durante a viagem? Via telefone? Se sim, o atendimento foi em português ou na língua local?
Estávamos em um restaurante e meu pai desmaiou. Logo já estávamos na ambulância, sendo levados para o hospital mais próximo. 
Lá chegando liguei no 0800 do seguro e fui atendida em português e a atendente foi me mantendo calma e me perguntando tudo. Depois pediu para falar com alguém do hospital. Passei a ligação e eles receberam a autorização. Nossa agente de viagens foi informada e logo me ligou para saber como estava seno o atendimento.
O melhor de tudo, foi que o meu pai estava sendo atendido independente de caução ou qualquer outra coisa exigida por muitos hospitais e planos.


Qual a orientação recebida?
Devido a emergência, preenchemos uma ficha e o médico teve que confirmar o desmaio. Apenas isso, simples e sem burocracia.

Tiveram que se deslocar até o hospital ou centro clínico? Ou o médico veio até o local de hospedagem?
Fomos de ambulância, pois meu pai estava desacordado.

Como foi o atendimento médico?
O atendimento foi excelente. A princípio no separaram, minha mãe entrou com meu pai e eu fui direcionada para o setor administrativo do hospital, para resolver o seguro. Me deram água com açúcar e já me passaram o telefone.

Voltaria a viajar com esse seguro? 
Com toda a certeza, como já fiz todos esses anos desde 2008. A MIC é sempre nossa parceira de viagens.
Quando retornamos, recebemos um formulário e contato para explicações finais e avaliação do atendimento. Hoje a MIC é associada da Coris.

Obrigada Sabrina, pelo depoimento!! Já tivemos um  relato de ótimo atendimento da Coris, e como as duas empresas são associadas devem manter o mesmo nível de atendimento, não é?

Para ler os outros post dessa série, clique nos links abaixo:

Visa Platinum: a experiência do Milton

Coris: a experiência da Mariah


3 comentários:

  1. Olá,
    Sim acredito que o padrão deles seja o mesmo. Fico feliz em ajudar com algo tão importante em nossas viagens. Super beijo!

    ResponderExcluir
  2. Você pode ter tido sorte. Eu vou viajar e estou pesquisando seguros de viagens, e eu já vi reclamações sobre a MIC informando que ela não atende os clientes no exterior quando eles precisam.

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter