1 2 3 4 5 6

domingo, 8 de maio de 2016

O que meu filho aprendeu viajando

No início do ano, nós reunimos um grupo de Blogueiros de Viagem que escrevem sobre  Viagens em Família para escolhermos o tema da primeira Blogagem Coletiva do ano. Nós já participamos várias vezes de Blogagens Coletivas - para ler as nossas participações clique aqui. Depois de muitas sugestões, ficou definido como assunto o título dessa postagem: O que o meu filho aprendeu viajando !
Que eu sei que ele aprendeu muito, não tenho nem dúvida. O difícil é exemplificar, através da visão dele, por isso resolvi dividir o tema em duas partes: o que ELE acha que aprendeu, e o que EU acho que ele aprendeu, com essas vivências.


O que ELE acha que aprendeu
Quando ficou definido o assunto para essa blogagem, eu logo fiquei imaginando o que escreveria, e vários tópicos pipocaram na minha cabeça, obviamente na minha visão de mãe. Mas e ele? O que ele acha que do alto dos 6 anos de idade, ele aprende com nossas viagens? Confesso que fiquei curiosa.
Dodô é muito curioso e interpretativo. Quando a gente acha que ele não está prestando atenção, está com "as duas antenas" ligadas, vidrado no assunto. Adora o mundo animal, programas de TV sobre o assunto e livros estilo enciclopédia. Volta de viagem sabendo contar o roteiro inteiro por ande passamos e o que fizemos. Essa geração é muito esperta. Eu na idade dele, nem sabia o que era um avião, quem dirá viajar pelos cinco continentes.
Só tinha um jeito de eu descobrir o que ELE aprendeu, perguntando para o próprio. E assim começou a nossa entrevista. 
 - Álvaro, o que você aprendeu nas nossas viagens?
1. Na Ásia, a comida do café da manhã é ruim.
2. O melhor restaurante dos Estados Unidos inteiro é o Olive Garden.
3. Nos Estados Unidos não existem ovos de Páscoa pendurados no mercado.
4. Na Ásia existem mais motos do que carros nas estradas, e da para andar de três pessoas ou até mais em uma moto.

5. Elefante pode ser um meio de transporte e os maiores elefantes domundo vivem na África.
6. Cangurus e coalas são animais que vivem na Austrália.
7. Descobri que existe só uma espécie de morcegos que gosta de sangue. Descobri isso quando entrei em uma gaiola cheia de morcegos e tu, mãe ficou com medo de entrar. Verdade kkkk
8. No fundo do mar da Indonésia, existem muitos peixes coloridos, como o peixe papagaio e o baiocú.
9. Os museus de História natural são os museus mais legais
10. Em alguns países existe neve até no verão, como nós vimos e brincamos na neve na Alemanha.






Para uma criança de seis anos, até que está bom, não está?
O que EU acho que ele aprendeu
Minhas percepções são obviamente mais poéticas do que as dele, ou não.
  1. Noções de economia - Nós abrimos mão de muitas coisas para poder viajar mais e fizemos questão de ensinar ao Álvaro desde pequeno, que é importante ter prioridades e saber economizar para realizar nossos sonhos. Ele aprende isso diariamente e já sabe que não podemos comprar um brinquedo aqui no Brasil, pois em uma viagem para os Estados Unidos, o mesmo brinquedo pode custar quatro vezes menos. Só para exemplificar.
  2. Criança utiliza a língua universal das crianças - Quando ele era bem pequeno, se virava mais fácil nesse quesito. Era só ver uma criança do mesmo tamanho, que ele se juntava a ela para brincar, sem mesmo questionar a língua que a criança falava. Depois dos quatro anos, quando ele começou a estudar inglês, ele percebeu a importância da língua, e como o conhecimento da língua inglesa facilita a nossa vida de viajante. Mas mesmo sem falar inglês,  ele vai ao encontro das outras crianças e brinca feliz da vida. Ele tenta falar inglês, fala algumas palavras em português e todos se entendem através dos olhares. Na viagem para a Ásia, ele fez dois grandes amigos: um balinês e um russo.
    Com o amigo russo

    Com os amigos americanos
  3. 3. Noções de geografia - Ou as crianças de hoje em dia são muito inteligentes ou só pode ser reflexo das nossas viagens kkkk. Eu, com seis anos não devia saber nem onde ficava a minha cidade em um mapa. Ele fica "roteirando"no mapa múndi que temos na subida da nossa escada, em local estrategicamente colocado para ficar acessível a todas as idades. Já planejou várias voltas ao mundo, nunca esquecendo dos lugares por onde já viajamos.
  4. 4. Respeitar outras culturas e religiões - A viagem para a Ásia foi um grande aprendizado nesse quesito. Foi o destino mais culturalmente diferente que visitamos, a Tailândia um país Budista, Bali, uma ilha Hinduísta e Cingapura, uma explosão cultural com várias nacionalidades no mesmo país. A importância de respeitar os locais de oração, independente de qual religião for, se vestir adequadamente, respeitando as regras do local. Ele achou o cúmulo, homens terem que vestir saias no templos de Bali, mas ok, regras estão ai para serem respeitadas. 

  5. 5. Nem todos os lugares tem arroz, pão de queijo e croissant de chocolate para comer - Essa ele teve que aprender na marra, ou passaria fome. Dodô é muito chato para comer, mas nunca achei que esse fator poderia ser um impecilho para alguma viagem. Ele reclama, mas no final das contas sempre se adapta.  Na Alemanha, comeu muito schnitzel, na Tailândia comeu muita massa e em Bali, comeu muito arroz com espetinho de frango. E quando a gente volta para casa, mata a saudades das comidas preferidas.
    Café da manhã do guri,  na Tailândia
E o seu filho, o que aprendeu viajando? Compartilhe com a gente as suas experiências!

Esse post faz parte de uma Blogagem Coletiva. Visite os outros blogs participantes:

37 comentários:

  1. Como é bom saber que mesmo pequenos, eles já tem uma excelente noção das diferenças culturais do mundo afora. Muito legal. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom demais, né?
      Pena que não é possível congelar esses momentos.

      Tenho certeza que morrerei de saudades!
      beijos

      Excluir
  2. Fran, eu adorei as respostas do Dodô... Gostei muito de como você dividiu o post - entre os relatos dele e as suas impressões... Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  3. Fran, eu acho que o Dodô é muito inteligente, isso sim! O Lipe não tem essa percepção toda das nossas viagens não! O aproveitamento dele é mais "poético" mesmo, nas coisas mais práticas ele não se liga mesmo!
    Bjo, feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acha? kkkkk
      Eu fico abismada. Mas a verdade é que ele adora essas coisas de animais e museus. Não sei por quem puxou .
      Quero ver como serão as nossas viagens após a alfabetização.

      Beijão

      Excluir
  4. pelo jeito ele gosta muito de animais, pois cita bastante isso né???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adora mesmo, mas como ele diz, tem que ser animais em seu habitat natural kkkkkk

      Excluir
    2. Oi Francine!
      O Dodô é muito inteligente! Ele realmente curte as viagens, que coisa boa!
      Feliz dia das mães!

      Excluir
  5. Oi Francine!
    Puxa, não lembro se com a idade que o Dodô tem a Júlia sabia ou tinha noções dessas coisas. Comecei os posts pelo topo da lista, o seu, mas é engraçado como alguns aprendizados já começam a tomar forma desde tão pequenos.
    Um grande abraço!
    Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Márcia.
      Tive essa mesma impressão lendo os posts de quem ainda viaja com bebê.
      E o curioso é que a gente esquece muito rápido. Uma pena.

      Beijão

      Excluir
  6. Mas como teu menino é fofo, te entregou dos morcegos, ri muito, hahahah! E realmente, crianças falam uma língua universal! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Que legal Francine!! Aprender a se adaptar e viver com menos é o Q sempre aprendemos nas viagens, adultos e crianças!! A comida é o mais engraçado: ou come ou fica com fome!!!! Rsrs bjs parabéns pelo post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Andreia,
      Realmente com a comida não tem escolha: ou come o que tem ou passa fome kkk

      Beijos

      Excluir
  8. Muito legal!!! Eu acho incrível a facilidade das crianças em fazerem amigos!!!

    ResponderExcluir
  9. Adoramos a entrevista com o Dodô! Realmente a percepção das crianças hoje em dia é incrível, mais críticas e detalhistas. Muito esperto em escolher o Olive Garden rsrs, sabe muito esse menino. =D

    ResponderExcluir
  10. Adorei a divisão dos posts! E amei as respostas do Dodô! Estou amando essa reflexão!

    ResponderExcluir
  11. Caramba! Que post legal! Achei o máximo a visão dele sobre o aprendizado. Além de uma gracinha é muito esperto!!! Parabéns pelo post e principalmente pelo filhão!!! :)

    ResponderExcluir
  12. Que lindo post!! As fotos estão demais!!! E sim, Dodô.... cabem muitas pessoas em uma moto! Testamos 4 e deu certo!! rsrs

    ResponderExcluir
  13. Fran, muito legal o post, em especial a questão do respeito as religiões. Tão necessário esse aprendizado, né? Se conseguirmos criar uma geração com essa tolerância e respeito, há esperanças em um mundo melhor... Beijos

    ResponderExcluir
  14. Que lindo ver que desde cedo eles interagem com novos lugares e absorvem as experiências que viveram. Parabéns pelo post e pelo dia das mães.

    ResponderExcluir
  15. Que lindo o post Fran :). Também fiquei pensando em como escrever o nosso e usei o mesmo artifício que você, como os meus já sabem escrever, pedi que escrevessem suas listas. A gente se surpreende com a visão dele né? Dodô é um fofo e vai ficar cada vez mais expert. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi a maneira que encontrei de tentar entender a visão dele.
      Beijo para vcs

      Excluir
  16. Fran, adorei o post!
    É um privilégio grande poder passar todo esse conhecimento para o filho desde pequeno e abrir a mente dele para todas estas percepções do mundo!!!
    Me lembro que meu primeiro passaporte tirei aos 22 anos e do meu filho aos 2 meses!!!
    Desejo muitas e muitas viagens para o Dodô e muitas descobertas tb! Um beijo grande!

    Ana Paula
    http://www.ferinhasviajantes.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana,

      Também fico muito feliz de poder viver esses momentos tão ricos ao lado dele.
      beijos

      Excluir
  17. Adorei as respostas do Dodô! Quando perguntei pras Meninas Hara o que elas aprenderam saiu cada pérola nas respostas que eu já estou até prevendo um post só pra isso! Crianças são surpreendentes!
    Adorei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone, pior que ele pediu ontem novamente para ajudar a fazer post.
      O guri curtiu. Acho que vou ter um ajudante kkkk

      Beijos

      Excluir
  18. Muito bom a percepção dele e a sua! Legal saber deles o que acharam. Parabéns pelas lindas fotos.

    ResponderExcluir
  19. Adorei a divisão em duas partes, com a visão dele e a sua! Gostei bastante das respostas dele. A Cleo também me ajudou no post, mas por motivos práticos não fiz a divisão. Adorei o café da manhã de arroz... rsrs Parabéns! bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi,
    Francine
    E quanto mais viagem, mais despachados eles ficam...é muito legal muda de uma viagem para outra.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Fran, eles aprendem muito mais do que imaginamos durante as viagens que fazemos! Além das coisas práticas, como as que Dodô espertamente citou, alguns conhecimentos simplesmente não são palpáveis, mas não menos importantes. A variedade de culturas, paisagens, cheiros e sabores que experimentam durante as viagens, vão sendo incorporados a personalidade deles, moldando da melhor forma possível, suas visões do mundo.
    Abraços!
    Patricia Tayão.
    www.viajarhei.com

    ResponderExcluir
  22. Fran, estou encantada com a percepção do Dodô sobre os aprendizados de viagem. É nessas horas que a gente percebe que está valendo à pena viajar com eles. Bjs

    ResponderExcluir

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.