1 2 3 4 5 6

domingo, 15 de maio de 2016

Um passeio pelo Viaduto 13, o mais alto viaduto das Américas

Com 143 metros de altura e 509 metros de extensão, o Viaduto 13 é um dos viadutos ferroviários existentes na Ferrovia do Trigo, a chamada EF 491, entre os municípios de Vespasiano Corrêa e Muçum no Rio Grande do Sul.
Também chamado como Viaduto do Exército, o Viaduto 13, leva esse nome por ser o 13º viaduto em sequência a partir da cidade de Muçum. O viaduto foi construído pelo exército brasileiro durante a década de 70 e se tornou muito comentado e famoso por ser o mais alto viaduto das Américas e o terceiro mais alto viaduto do mundo, perdendo apenas para  o Viaduto Mala Rijeka que possui 198 metros de altura, em Montenegro, e a ponte de Beipanjiang com 275 metros de altura na China.
Embora o visual seja incrível, o local não é muito quase nada explorado turisticamente. A maioria dos frequentadores são moradores da região, que visitam o local para apreciar as belas paisagens, ou aventureiros em busca de adrenalina através de trilhas e prática de rapel nos viadutos.
Para quem chega na região vindo por Porto Alegre, o acesso é através da cidade de Muçum, pela RS 129. Não é preciso seguir em direção ao centro da cidade de Muçum, para visitar o viaduto, a não ser que queira conhecer um pouco da cidade, conhecida também como "Princesa das Pontes". A cidade é bastante pequena, porém preserva um pouco da sua colonização italiana.





Para visitar o Viaduto 13 é preciso entrar a esquerda, lado contrário ao acesso da cidade de Muçum. Existem placas sinalizando o caminho. Não esqueça de seguir as placas em direção à cidade de Vespasiano Corrêa.


O trajeto é boa parte em estrada de chão, porém em boas condições, passando pela área rural da cidade, entre pastagens, plantações de soja e milho, e casas de agricultores, sempre beirando o Rio Guaporé. Logo no início do trajeto, alguns viadutos aparecem entre as vegetações, mas todos muito "pequenos"frente a grandiosidade do Viaduto 13.

Estrada de chão 





Praticamente em abaixo do Viaduto 13, existe uma placa indicando o maior viaduto das Américas, mas é possível chegar de carro, até a parte superior do viaduto, e estacionar praticamente ao lado do túnel. Foi isso que fizemos. O acesso é livre, não existindo nenhum tipo de controle no local.



É possível caminhar pelo viaduto e também pelos túneis, embora é preciso ter cuidado, pois ainda existe passagem de trens pelo local, mesmo que muito pouco. Em todo o comprimento existem alguns avanços além da área do viaduto, para as pessoas se protegerem caso algum trem apareça enquanto as houver alguém por lá. Confesso que é assustador para quem tem medo de altura, mas a paisagem é muito bonita e compensa o medo.







De cima do Viaduto 13 é possível ter uma visão privilegiada do vale do Rio Guaporé e das montanhas ao redor. Nós moramos na região e tivemos a oportunidade de voltar ao Viaduto 13 no mês de julho, porém havia chovido muito nos dias anteriores e o rio além de cheio estava muito barrento. Em dias de sol, a projeção da sombra do viaduto sobre a paisagem é maravilhosa.





Interdição |
O local sempre foi aberto a visitação, sem nenhum tipo de controle, mas desde o dia 21 de junho de 2017, está interditado pela empresa Rumo, concessionária responsável pelo trecho.  
A notícia causou forte comoção junto aos responsáveis pelo turismo na região, principalmente empresas que utilizavam o local para prática de esportes de aventura.
Em nota, a empresa responsável  informou que a é proibida a circulação de pessoas e veículos não autorizados, bem como a prática de esportes radicais, no Viaduto 13. A companhia esclarece que já notificou as empresas que promovem tal prática esportiva, a fim de resguardar a segurança de todos. "O local é área operacional, destinado exclusivamente ao transporte de cargas e não deve ser utilizado sem autorização da Rumo e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Caso a área seja utilizada irregularmente, a Companhia tomará as medidas cabíveis", diz a nota.
Onde comer |
Não existe nenhum tipo de comércio ali por perto. O local mais próximo é o centro da cidade de Muçum. Foi lá que almoçamos em um restaurante bem simples que servia ala minuta, xis e carro quente na praça. Era o único restaurante aberto em um domingo. Se chama Kiosque e fica localizado na praça, em frente a Igreja. Recomendo que se informem na cidade, quais são as opções em funcionamento. Outra opção seria almoçar na cidade de Encantando, onde existem mais restaurantes.
Bife, arroz, ovo e batatas fritas



Outros posts sobre destinos gaúchos:
* Bento Gonçalves
* Gramado e Canela
* Ruínas de São Miguel das Missões
* Porto Alegre
* Cambará do Sul
Procurando hotel no Rio Grande do Sul?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Lembrando que a maioria da reservas são com cancelamento gratuito. Você pode reservar para garantir o preço, e continuar acompanhando as reservas. Se achar uma oferta melhor de outro hotel, é só cancelar a reserva, sem custo, online.
Procurando carro para alugar ?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu carro através da nossa página e Rentcars, você não paga nada a mais por isso, e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Nós já experimentamos o serviço e aprovamos.

SalvarSalvar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.