1 2 3 4 5 6

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Cambará do Sul:visitando os canyons com criança

Fazia tempo que eu queria conhecer Cambará do Sul e seus famosos canyons. Mesmo morando no RS, Cambará fica distante da minha cidade e as estradas gaúchas não andam lá uma maravilha. Demoramos quase 4 horas para percorrer 250 km. Mas valeram a pena os quilômetros percorridos, pois a paisagem é incrível.
A cidade: 
Cambará do Sul, está localizada nos Campos de Cima da Serra, a 980m de altitude, na região nordeste do estado do Rio Grande do Sul. Muitas pessoas a visitam pela proximidade com a Região das Hortênsias, como Gramado e Canela, mas são paisagens bem diferentes, e igualmente belas. A cidade é bem pequena, com 6840 habitantes, mas muito simpática e acolhedora. Fomos muito bem recebidos em todos os locais que estivemos.
O que mais nos encantou foi sua tranquilidade, e o visual rústico campeiro. Muitos gaúchos pilchados pelas ruas, chimarrão sempre pronto e fogão a lenha ligado.
Rua principal de Cambará

O que visitar:
Na própria cidade e na maioria dos hotéis e pousadas, existem empresas de ecoturismo oferecendo passeios dos mais variados tipos e para todos os tipos de adrenalina. O nosso hotel oferecia passeios de quadricículo, passeios a cavalo, entre outros.
Passeio de cavalo oferecido pelo Parador Casa da Montanha
Como estávamos com o pequeno, optamos em fazer os passeios aos canyons por conta própria, o que é completamente possível se você estiver de carro.
A estrada para chegar ao Parque Nacional Aparados da Serra é sem calçamento,
mas em condições razoáveis de trafegar.
*Parque Nacional Aparados da Serra: É no Parque Nacional Aparados da Serra que fica o Canyon do Itaimbezinho, com aproximadamente 5.800m de extensão, e largura entre 200-600m. O acesso ao parque é pago, R$6,50 por pessoa e R$5,00 por carro, e crianças não pagam. Há estacionamento logo após o acesso, e no Centro de Visitantes, há um monitor explicando as trilhas existente com o auxílio de uma maquete e fotos do que você encontrará pelo caminho, além de banheiros e bebedouro.


Centro de Visitantes
As trilhas são autoguiadas, e é perfeitamente possível percorrê-las por conta própria.
Nós fizemos a Trilha do Vértice, que é a menor delas, e levamos aproximadamente uma hora, no percurso de ida e volta. O percurso é super tranquilo de fazer com criança. Boa parte é pavimentada, e logo no primeiro mirante já avista-se uma das cachoeiras. Mas é o final dela, onde o percurso é em caminho de terra, e é preciso atravessar um riacho sobre pedras, que a vista é mais bonita.
O início do percurso é pavimentado...
…e depois passar a ser de chão batido
Um pequeno percurso é entre vegetação
As "escadas"tornam a aventura ainda mais divertida
E atravessar o riacho foi o ápice da adrenalina
Nosso filho de 4 anos fez todo o percurso caminhando e adorando a aventura. Não recomendo fazer com carrinho de bebê, pois a partir da área pavimentada, existem vários degraus e o riacho a ser atravessado. Não esqueça de levar uma garrafa de água, pois não há nada para vender por lá. Antes de ir eu estava preocupada, em função da segurança do Dodô, com medo que ele quisesse chegar muito perto da borda do canyon. Achei bem seguro, todos os lugares por onde passamos haviam proteções.
O visual é incrível






O pequeno espiando as cachoeiras perto da proteção




Toda área é protegida, pelo menos com pilares e essa corda na borda do canyon.
Achei bem seguro!
As outras trilhas existentes no parque são a Trilha do Cotovelo, com aproximadamente 6,5km de extensão, cujo último horário de acesso é às 15h e a Trilha do Rio do Boi, com aproximadamente 8km de percurso, com tempo estimado em 7 horas de trajeto. Essa trilha é a única que acessa o interior do canyon. O parque funciona de terça a domingo das 8h às 17h.



*Canyon Fortaleza: Localizado no Parque Nacional da Serra Geral, o nome foi dado em função da configuração do terreno, que lembra as muralhas de uma fortaleza. Os pontos mais importantes de visitação são o Mirante da Fortaleza, a Cachoeira do Tigre Preto e a Pedra do Segredo.
Percorrendo uma trilha de um pouco menos de 2km é possível chegar até a borda do canyon e visualizar inclusive o litoral da divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
O parque funciona diariamente, o acesso é gratuito e não possui estrutura nenhuma. Não esqueça de levar água para beber.
Infelizmente, no dia planejado para a nossa visita, a visibilidade estava prejudicada e todos os passeios haviam sido cancelados. Então resolvemos não arriscar. Teremos que voltar para Cambará do Sul, para conhecer o Canyon Fortaleza, que dizem ser o mais bonito. Dizem que a época mais propicia para ver os canyons seria no inverno e no outono, e que no verão a incidência de nevoeiro é maior, mas não existe nada comprovado. Então é preciso contar com a sorte!

Onde ficar: 
Nos hospedamos no Parador Casa da Montanha Ecovillage, conforme já contei aqui e adoramos. Está localizado em uma fazenda entre o centro da cidade de Cambará do Sul e o Parque Nacional Aparados da Serra. Visual incrível, atendimento excelente e acomodações perfeitas.
Barracas térmicas do Parador Casa da Montanha
Além do Parador Casa da Montanha, existem várias outras opções, como a Pousada Cafundó, o Cambará Eco Hotel, muito bem relatado pelo blog Malas e Panelas, e várias outras opções de pousadas, como você pode ver aqui.

Onde comer:
Por praticidade, acabamos fazendo a maioria das refeições no próprio hotel, cujo restaurante também é aberto para visitantes. No almoço de sábado, a grande atração é o churrasco assado na vala.
Churrasco preparado nos sábados no Parador Casa da Montanha
Por indicação do pessoal do Malas e Panelas, experimentamos o restaurante Galpão Costaneira, no centro de Cambará e aprovamos. Ambiente simples, mas muito agradável e comida caseira deliciosa, servida no fogão a lenha, em panelas de ferro.
Restaurante Galpão Costaneira


Delícias no fogão a lenha: polenta, massa, aipim, carreteiro de charque e
muito mais
Coleção de cachaças para aperitivo
* Reservando seu hotel através do banner localizado na lateral direita dessa página, ou através dos links acima, nós recebemos uma pequena comissão e você não paga nada mais por isso, além de ter a garantia de menor preço proposta pelo Booking.com.

14 comentários:

  1. Estamos indo para Gramado/Canela agora em novembro e talvez inclua os cânions. Da outra vez que fomos para a serra (em 2007 - apenas eu e marido) fomos até Cambará mas não conseguimos visitar os cânions pois havia chovido muito e a estrada que nos indicaram estava mega lamacenta. rs... Quem sabe não conseguimos dessa vez. ��

    ResponderExcluir
  2. Oi Cristiane!

    Tomara que vcs consigam incluir esse passeio e a visibilidade esteja boa.
    Nós pegamos dias lindos de sol, porém o Canyon Fortaleza estava sem visibilidade, e tivemos que deixar para ima próxima visita.

    Depois venha me contar como foi, ok?
    Beijão,

    Fran

    ResponderExcluir
  3. Olá, parabéns pelas dicas. Muito boas!
    Você acha que consigo conhecer o básico com 4 dias? Estou pensando em aproveitar algum feriado e ir.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dayana,

      Consegue sim!! Diria que nós dias livres inteiros são suficientes.
      beijão

      Excluir
    2. obrigado. nada como experiencia de visitantes para programar e filtrar o que tem de melhor a regiao. Bora conhecer os canyos brasileiros.

      Excluir
  4. Sua digas são maravilhosas, obrigado. estou querendo ir até Cambará do Sul e suas dicas foram muito boas. gostaria de saber se posso me hospedar sozinho, solteiro, nesse hotel de chalé ou é só pra casais e familia. tambem me diga foi muito cara a diária?
    Grato, Itamar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Itamar,

      Pode sim!! São vários tipos de cabanas.
      O valor é proporcional ao tipo de serviço oferecido. É um pouco mais caro sim, mas é incrivel. Para pesquisar o valor para o seu período veja aqui: http://www.booking.com/hotel/br/parador-casa-da-montanha.pt-br.html?aid=390599;sid=da654c769a1614a075592a8463142ae3;dcid=1;ucfs=1;room1=A,A;srfid=dca2df962e9b59b3c7acf795b4badfaff9252b22X1;highlight_room=

      Excluir
  5. Olá. Estamos planejando ir a Cambará com o filhote de três anos e vc me ajudou muito. Obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariane,
      Tenho certeza que irão curtir muito. Aproveitem!
      Beijão

      Excluir
  6. Bom dia, Ótimas dicas. Estou planejando a viagem com a família. A entrada no parque agora é de R$ 8,00 por pessoa. Sabe me informar quais pousadas são mais próximas do local? Não consegui encontrar essa informação. Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Claiton,
      Os hotéis mais próximos são o Parador Casa da Montanha e o Cambará Eco Hotel.
      Abraços,

      Excluir

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.