31 agosto 2016

Como é dirigir na mão inglesa e alugar carro em Barbados

Barbados é uma ilha do caribe que possui o tamanho equivalente a Florianópolis, com 23 Km de largura e 34 km de comprimento, o que a torna perfeita para quem gosta de desbravar o desconhecido.
Nós não temos o perfil de ficar parados sempre no mesmo lugar e quando definimos Barbados como roteiro tínhamos certeza que queríamos conhecer cada cantinho dessa ilha e para isso nada mais prático do que alugar um carro para podermos fazer tudo como e quando quiséssemos.

Alugando carro com a Sixt |
Alugamos um carro sedan ainda aqui no Brasil através da Sixt, locadora presente em vários países do mundo, que em Barbados é parceira da Drive-A-Matic Car Rentals. Assim que fizemos a reserva, recebemos um email com com todos detalhes da locação e um formulário que deveria ser preenchido para agilizar a retirada do veículo. Preenchemos e enviamos de volta à Drive-A-Matic, o que diminuiu muito o nosso tempo de espera para retirar o carro.
É sempre importante lembrar da importância de alugar o carro com seguro, pois imprevistos podem acontecer. Nós sempre alugamos carro com seguro total do carro e seguro contra terceiros.
Assim que retiramos nossas bagagens no aeroporto de Barbados, nos dirigimos a área das locadoras que fica bem próxima ao desembarque e apresentamos a reserva. O processo de retirada do carro foi bastante simples e rápido. Foi preciso apresentar a carteira de motorista, nós sempre viajamos com a carteira internacional, mesmo que não seja obrigatório, que é o caso de Barbados, rever a reserva e apresentar um cartão de crédito para efetuar o pagamento e a taxa caução, que é estornada do cartão no momento de devolução do veículo.
Alugando carro em Barbados

Para o visitante dirigir em Barbados, é emitida uma carteira de motorista provisória, que no nosso caso já estava incluída no valor do aluguel, mas conforme informação custa $5. Essa carteira é sempre providenciada pela locadora de carro.
Parte burocrática feita, fomos até a área externa receber o carro. Nesse momento, o funcionário checa todos detalhes do carro com o responsável pela reserva, como  pequenos riscos na lataria, funcionamento de luzes e etc. É preciso ficar atento nesse momento, para não ser cobrado por avarias não cometidas no momento da devolução do carro.
Malas no porta malas e prancha de surf no suporte e foi hora de conhecer as estradas da ilha.
Alugando carro em Barbados

Dirigindo na mão inglesa |
Outra herança britânica em Barbados foi a "mão inglesa"no trânsito. Na ilha, os motoristas utilizam sempre a pista da esquerda e o volante fica no lado direito do carro, o contrário do que acontece aqui no Brasil e na maioria dos países pelo mundo.
Não foi nossa primeira vez dirigindo na mão inglesa. Confesso que a primeira vez é um pouco assustadora, pelo menos no nosso caso foi, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Com certeza, você irá tentar ligar o pisca e acionará o limpa vidro, e na hora de entrar no carro, o motorista tentará sempre entrar pelo lado do caroneiro. Mas depois de um dia, o cérebro se acostuma ao lado contrário e o difícil será dirigir do "lado certo"ou do nosso lado, quando chegar de volta ao Brasil.

Como dessa vez alugamos um carro com câmbio automático, tudo foi mais fácil. Recomendo fortemente que o carro seja automático. Dessa vez já saímos confiantes dirigindo na mão inglesa.
Uma dica importante é lembrar-se de ficar sempre na pista da esquerda. Melhor ainda se tiver um carro na sua frente, nesse caso só é necessário acompanhá-lo. Em geral achamos os motoristas muito educados e pacientes, dificilmente alguém irá buzinar para você, sendo possível dirigir com calma. Dirija com atenção redobrada e boa sorte.

Trânsito em Barbados |
Posso dizer que o transito é bastante tranquilo na ilha. Pegamos apenas alguns trechos de congestionamento no final da tarde. Não passamos por nenhum pedágio e são poucas sinaleiras. A maioria das intersecções funciona no sistema de rótulas, e o trânsito flui com agilidade.
A saída do aeroporto é através da Tom Adams Highway, que é uma avenida larga e muito bem sinalizada, com acostamento.
Dirigindo em Barbados

Alguns percursos, principalmente na costa leste, são em estradas em não tão boas condições e sem acostamento, mas nada pior do que percorremos aqui no Brasil diariamente. Por ser uma zonal rural, animais podem atravessar a pista, portanto fique atento e dirija em baixa velocidade. Nós vimos uma família de cabritos atravessando a estrada na nossa frente.

Para circular pela ilha utilizamos o aplicativo Google Maps Offline, como GPS e funcionou perfeitamente bem, pois não estávamos com chip de internet.
Estacionar o carro é bastante fácil e tranquilo, em nenhum local tivemos dificuldade. A maioria das praias possui estacionamento público e estacionar na rua também é fácil. Nos hotéis que nos hospedamos o estacionamento também era gratuito.

Depois de percorrer mais de 300km era hora de devolver o carro, para embarcarmos de volta para casa. Nós sempre preferimos devolver o carro com o tanque cheio, pois o valor do galão da gasolina nas locadoras de veículos é sempre muito alto. No caminho para o aeroporto, paramos em um posto para abastecer. Gastamos $60 para preencher o tanque, sendo aproximadamente mais de 2/3 do tanque do carro.  Não tinha visto o valor do combustível antes, mas achei um bom custo beneficio. Quase o mesmo valor que pagamos no combustível aqui no Brasil.
dirigindo em Barbados

Devolvemos o carro no mesmo local que retiramos. A devolução é bastante rápida. É preciso apenas vistoriar o carro juntamente com o funcionário da locadora, para confirmar que está tudo de acordo, sem nenhuma avaria.
Alugar carro não é essencial em Barbados, principalmente se você é do tipo que prefere ficar só aproveitando o hotel. Para pequenos passeios é possível utilizar vans que circulam pela ilha ou taxis, mas o carro te da muito mais liberdade.
Outra vantagem de alugar carro ainda no aeroporto é que você não precisa de preocupar com os translados de chegada e saída da ilha ou taxi para fazer o trajeto até o hotel. O taxi a partir do aeroporto é tabelado e não é muito barato.
Nós achamos essencial estar com o carro em todos os dias da nossa estadia, pois gostamos de ter liberdade e sair para conhecer novas praias, lugares e restaurantes. Gostamos muito do serviço prestado pela Drive-A-Matic, parceira da Sixt, empresa mundialmente conhecida. O serviço de entrega e devolução do carro foi rápido, o carro estava em ótimas condições e o preço foi muito bom comparado as empresas concorrentes. Para ver disponibilidade, valores e reservas para o período da sua viagem, clique aqui para orçar com a Sixt.

Para ver mais dicas e fotos de Barbados, siga nosso perfil no Instagram - @Fran_agnoletto e a #ViagensqueSonhamosemBarbados

* Este não é um post patrocinado. A Sixt nos ofereceu um desconto no valor do aluguel de carro,  mas o relato acima representa a nossa opinião sincera sobre o serviço e destino.
Outros posts de Barbados:
Quer reservar hotel em Barbados?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Se preferir você pode reservar através desse link com a Hoteis.com.

10 comentários:

  1. Que bacana! Não sabia que Barbados também tinha mão inglesa! Esses britânicos complicando a vida dos viajantes! Sabe que vou procurar no mapa onde fica Barbados, porque estou ficando com vontade!!! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liliane,
      Mas não é dificil não. De todos os lugares onde já dirigimos "no lado contrário", Barbados foi o mais tranquilo.
      Beijoooo.....vocês irão amar Barbados

      Excluir
  2. Ai que aflição isso de dirigir na mão inglesa! Nunca tive essa experiência, mas confesso que me assusta um pouco... Se be,, que eu também morria de medo de dirigir carro sem embreagem e foi tão bom, mas tão bom que hoje em dia só compro automático!
    e eu tolinha, imaginava que Barbados era uma daquelas ilhotas que se percorria com carrinho de golfe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbados é pequena, mas nem tanto assim.
      São aproximadamente 30x20km.

      Beijoo

      Excluir
  3. Morro de aflição com a mão inglesa! Nunca dirigi e acho que não consigo... sou mega atrapalhada com isso! Mas adorei o post, bem esclarecedor.

    Clau
    @AsPasseadeiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia,

      Tenho certeza que consegue.
      Nós já encaramos até moto na mão inglesa kkkkkk

      Beijo

      Excluir
  4. Eu fico um pouco atordoada com a mao inglesa. Mesmo nos taxis em Londres me dava ¨coisa¨.....rs Acho que iria de táxi! hahahaha. Besitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melissa,
      Mas isso acontece nas primeiras vezes, depois a gente acostuma, e estranho quando chega de volta ao Brasil e precisa dirigir kkkkkk

      Beijo

      Excluir
  5. Com certeza eu ia entrar todos os dias da viagem do lado errado do carro, hahaha! E eu adoro a Sixt, nunca tive problemas com eles, alugamos bastante já! Ótima recomendação =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi nossa primeira vez com a Sixt e adoramos!!!!
      Beijão

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter