1 2 3 4 5 6

segunda-feira, 3 de abril de 2017

O que fazer durante uma parada de cruzeiro em Antigua

St. John's, capital de Antígua, foi mais uma das nossas paradas do cruzeiro que fizemos pelo Caribe, com a Royal Caribbean. Antígua junto com a pequena ilha de Barbuda (não confunda com Barbados), formam um país cuja população não passa de 90.000 habitantes.
Reduto de casas de veraneio dos famosos e alguns dos resorts mais exclusivos do Caribe, o seu litoral é bastante recortado, garantindo praias perfeitas com águas azul turquesa e areia claras.
O que fazer em uma parada de cruzeiro em St John's


Como sair e chegar do porto de St. John's |
Se você não contratou nenhum passeio direto no navio, o porto de St John´s funciona como os outros portos que atracamos no Caribe, com uma estrutura de receptivo a espera dos turistas, inclusive com um posto de atendimento ao turista, onde é possível tirar dúvidas ou pedir alguma sugestão de roteiro e lugar a visitar. Uma pena que pedi um mapa e disseram que já tinha acabado. Isso nem eram 9h da manhã. #fail
A associação dos taxistas, devidamente uniformizados, oferecem a todos que desembarcam os seus serviços. Se você não sabe onde ir, eles mostram em uma placa de identificação algumas opções de praias.

Para ir e voltar até Dickenson Bay, uma das praias mais lindas da ilha, nós pagamos $3 por pessoa em van compartilhada ou $12 o taxi privativo. No nosso caso que estávamos em três, compensou o taxi privativo, pois criança paga da mesma maneira e assim, não precisávamos ficar aguardando a lotação da van para sair.
As vans funcionamos no mesmo sistema das demais ilhas. Acho que deve ser padrão no Caribe. Quando desembarcávamos no destino, o motorista nos perguntava o horário que gostaríamos de voltar ao porto. Como eu já falei nos outros posts, achei isso bem ruim.
#Dica: Nunca esqueça de levar consigo o seu cartão do navio e um documento de identificação. Nós sempre levamos identidade e deixamos os passaportes no cofre do navio.
O porto de St John´s é bem bonito e foi o primeiro porto onde atracamos, que senti o clima caribenho no ar. O próprio porto tem arquitetura típica caribenha, cheio de casinhas coloridas, vários barzinhos onde os turistas fazem a festa bebendo cerveja bem mais barato do que dentro do navio e muita música típica. Ao lado do porto há vários ambulantes  vendendo souvenirs a um preço justo.

O que fazer em um dia na ilha |
Antígua tem uma praia para cada dia do ano. Isso mesmo. Se você passar um ano por aqui, e quiser visitar uma praia por dia, levará 365 dias conhecendo todas as suas praias. Como você deve imaginar, escolher só uma praia para visitar, não é tarefa fácil.
Mas não foram as praias de Antígua que nos conquistaram ao primeiro olhar. Pesquisando antes da viagem, sobre o que fazer em Antígua, descobrimos um passeio que conquistou nossos corações, o Stingray City Antigua, um passeio para mergulhar com as arraias em seu habitat natural.
mergulho com arraias

Compramos o passeio direto com a Royal Caribbean, dentro do navio, para evitar imprevistos e perda do passeio, caso acontecesse algum atraso, como aconteceu no momento de chegar em Barbados, na nossa primeira ilha a ser visitada. Leia o post "O que fazer durante uma parada de cruzeiro em Barbados" para conhecer todos os detalhes do nosso dia por lá.
Haviam três opções de horários disponíveis e dois tipos de passeio, incluindo o mergulho com as arraias. Um passeio se chamava Stingray Snorkeling e o outro Stingray Snorkeling and Kayaking. Nós optamos pelo Stingray Snorkeling no primeiro horário disponível, que era saída do navio às 8h30 minutos e retorno até às 11h30min. Assim teríamos a tarde livre para outro passeio. O passeio custou em torno de $80 por adulto incluindo os translado de e para o navio.
No horário marcado estávamos do lado de fora do navio, onde uma pessoa uniformizada estava aguardando todos passageiros que fariam esse passeio. Fomos distribuídos em vans e o trajeto até o local, levou em torno de 20 minutos. Assim que chegamos recebemos orientações de como deveríamos nos portar na água, como caminhar evitando levantar areia, e como deveríamos alimentar os animais. Após as orientações, recebemos equipamentos de snorkel e fomos distribuídos em barcos que nos levaram em alto mar até os bancos de areia. Foram cerca de 10 minutos no barco.

O barco atracou em uma espécie de plataforma, onde a atividade ocorreu. Foi tudo muito organizado e as atividades consistiam em tirar foto e segurar as arraias e depois alimentá-las. O restante do tempo era livre para nadar apreciando-as. 
Assim que chegamos caímos na água, que confesso estava um pouco fria, mas era tudo tão lindo que nem liguei para a temperatura da água. Mas o guri, teve um piti, e embestou que não iria nadar. Eu tentei convencê-lo de tudo quanto foi jeito e não tive sucesso. Desistimos, colocamos o colete e deixamos ele na plataforma, enquanto faríamos a atividade.

mergulho com arraias

Acabamos ficando por último e quando ele viu, quis entrar na água também. Por termos sido os últimos, nosso tempo com os animais foi maior, pois não havia mais pessoas para interagir. Tiramos milhares de fotos.
mergulho com arraias


Se você tiver câmera a prova da água, não esqueça de levar. Existe uma fotógrafo na equipe e as fotos deles ficam muito mais bonitas do que as que tiramos, mas eram bastante caras. Outra opção para quem não tem câmera é alugar uma GoPro por $50. Nós utilizamos a nossa própria GoPro para as fotos.

É bem difícil conseguir segurar as arraias. Elas eram muito pesadas e lisas. Sozinha, eu precisei de ajuda de um monitor. Fora o medinho que rolou. Mas é muito bonito, vê las de perto.



A outra atividade consistia em alimentá-las. Um monitor nos entregava na mão uma lula e era preciso apenas colocar a mão na água para os animais se aproximarem e comerem da sua mão.
Ficamos aproximadamente 1h na água com os animais e depois voltamos de barco, ao ponto inicial do passeio, onde fomos recebidos com rum punch, onde também havia estrutura de banheiros para que pudéssemos tirar a roupa molhada e algumas lojinhas de souvenirs, além das fotos feitas durante o passeio à venda.


Conforme o horário previsto, 11h30 estávamos de volta ao navio. Almoçamos, e voltamos ao porto para pegar uma van com destino a Dickenson Bay, uma das praias mais bonitas da ilha. Dickenson Bay fica distante em torno de 10 minutos do porto e possui estrutura de restaurantes, cadeiras e guarda sol e atividades aquáticas.
Dickinson Bay Beach

Antigua


Como sempre, procuramos um cantinho da praia mais sossegado para podermos apreciar a vista e curtir o mar com tranquilidade.
O que fazer em uma parada de cruzeiro em St John's

A cor da água é inacreditavelmente linda. Imagine aquele lápis verde água da caixa de lápis de cor. Assim é o mar de Dickenson Bay Beach. A praia é linda, mar calmo, como uma piscina, perfeita para crianças brincarem.


#Dica: Se preferir alugar cadeira e guarda sol, haviam várias opções por $15 o dia.
Ficamos até umas 15h na praia, pois o navio deixaria o porto às 16h30min e não queríamos correr risco de acontecer algum imprevisto. Foi pouco tempo, mas tempo suficiente para amar Antígua e querer voltar. Quem sabe da próxima vez, fizemos dobradinha com Barbuda?
Cruzeiro Caribe

Para ver mais dicas e fotos de Antigua e do Caribe, siga nosso perfil no Instagram - @Fran_Agnoletto e a #ViagensqueSonhamosnoCaribe

Outros posts sobre Cruzeiro no Caribe:
Quer reservar hotel ?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog.
Procurando carro para alugar ?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu carro através da nossa página e Rentcars, você não paga nada a mais por isso, e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Nós já experimentamos o serviço e aprovamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.