1 2 3 4 5 6

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Washington DC | Roteiro de três dias conhecendo o melhor da capital americana

Washington DC, foi uma grata surpresa de destino. Desde a primeira vez que eu fui para Nova York em 2006, estava com vontade de conhecer a capital americana, mas achava um passeio de bate e volta muito pouco para tudo o que gostaria de ver, e principalmente para o meu perfil viajante, de viver e conhecer o local por mim mesma, com calma e no meu no nosso tempo.
Foi que em agosto do ano passado, apareceram umas passagens quase de graça na AA. Alguns disseram que foi bug do sistema, outros disseram que foi jogada de marketing, mas a verdade é que eu consegui comprar três passagens para DC, com todas as taxas incluídas, por menos de R$ 1.400,00 e finalmente passaríamos uma semana na Região da Capital dos Estados Unidos.
Vale comentar que nos Estados Unidos, existe o estado de Washington, na costa oeste americana, na divisa com o Canadá, e a cidade de Washington, que fica no Distrito de Columbia, e é a capital americana.
Além de todos monumentos mundialmente conhecidos pela história americana, a cidade oferece também muitas atividades culturais, e o bom, é que a sua grande maioria são gratuitas, como os museus da área do National Mall. A cidade é uma delícia para passear a pé, conhecendo seus monumentos, sua arquitetura e sua paisagem. Foram três dias na cidade, mas poderia ter sido uma semana. Atrações não iriam faltar.


Como chegar |
Se você estiver em alguma cidade americana próxima, você pode chegar de carro, de ônibus, ou de trem. Quem vem de Nova York, geralmente chega via terrestre.
Chegando via aeroporto, você tem três opções próximas: Ronald Reagan National Airport, Dulles International Airport e Baltimore  International Airport.
O Aeroporto Nacional Ronald Reagan - DCA, fica a menos de 1,6km de DC. Nós chegamos e saímos de DC, através do Ronald Reagan National Airport, que é o aeroporto mais próximo da cidade, consequentemente dos hotéis e zona turística. Do aeroporto até o nosso hotel, o Mandarin Oriental, levamos menos de 10 minutos de carro. Esse aeroporto, chamado DCA, recebe voos nacionais. Nós chegamos nos Estados Unidos em um voo da American Airlines, em Miami, onde fizemos imigração e lá pegamos uma conexão para Washington DC. Na volta, fizemos o mesmo trajeto, porém no sentido contrário: Washington DC - Miami - São Paulo - Porto Alegre. Como nós alugamos carro, já retiramos no próprio aeroporto e fomos para a cidade de carro. Mas se preferir, você pode utilizar metrô, gastando aproximadamente $2, ônibus de translado com custo de $20  ou táxi, pagando mais ou menos $18.
O Aeroporto Internacional Washington Dulles - IAD, fica a aproximadamente 41 km de DC. A única empresa aérea que faz o trajeto Brasil -Washington DC, sem escalas é a United Airlines, através dos voos que partem de Guarulhos. Mesmo o aeroporto sendo mais afastado, existe a opção de transporte público, como o Metro Express, que custa em torno de $7 para a estação Rosslyn Metro ou estação L´Enfant Plaza Metro, linha de ônibus Washington Flyer Silver Line Express Bus, que custa $5 para a estação Wiehle-Reston East Metro, ou táxi que custa em torno de $62.
O Aeroporto Internacional de Baltimore - Washington Thurgood Marshall - BWI, fica a aproximadamente 48 km de distância de DC. As opções para deixar o aeroporto, além de carro alugado e táxi, que custa em torno de $90 até DC, é utilizar uma van compartilhada ao custo de $40 ou o trem Amtrak, a partir de $20.
Se puder escolher, escolha chegar pelo Aeroporto Nacional, que no mínimo, você economizará tempo de deslocamento.
Roteiro pela cidade |
Dia 01: Chegamos pela manhã, retiramos o carro e fomos direto ao nosso hotel largar as bagagens. Começamos o passeio na cidade pela região do Tidal Basin  para aproveitar o Cherry Blossom Festival e o pico da floração das cerejeiras que seria entre esse dia e o dia seguinte. O local é lindo, e florido estava deslumbrante. Achei uma delícia passear ao redor do lago ou mesmo alugar um pedalinho para curtir o visual da água.



Ao redor do Tidal Basin, estão localizados vários memoriais como o Jefferson Memorial, Roosevelt Memorial e Martin Luther King Memorial



De todos os pontos do Tidal Basin é possível visualizar o Washington Monument, então saímos da área do lago em sua direção. É possível agendar visitas através desse link e subir no topo da torre mais alta da cidade. Vi algumas fotos e o visual é incrível, porém eu defini muito em cima da data e não consegui marcar a visita.

Seguimos então em direção a Casa Branca, residência oficial do presidente americano. A fachada mais bonita e de onde é possível chegar mais próximo à casa é na Pennsylvania Avenue. Vale a pena a caminhada até lá.

Seguimos o passeio, voltando em direção ao Washington Monument, para visitar  o Memorial da Segunda Guerra Mundial e curtir o por do sol no Tidal Basin. 


Dia 02: Após o café da manhã, saímos para conhecer a região do National Mall. Nossa primeira parada foi no Museu Aerospacial, o Air & Space Museum, um dos museus da Smithsonian. Foi difícil tirar os meninos do museu, porque o lugar é incrível. Nós acabamos passando toda manhã no museu, e almoçamos na área de praça de alimentação no local.

Após a visita ao museu, seguimos em direção ao Capitólio, onde tínhamos uma visita guiada agendada para às 14h. As visitas são gratuitas, mas devem ser agendadas com antecedência através desse link. Você pode também tentar uma vaga para o tour diretamente no Capitólio, mas em dias de grande movimento, as possibilidades de haver uma desistência é pequena. Melhor agendar um horário, para garantir.

#Dica: Não leve nada de líquidos ou lanches. Todo produto alimentício é proibido e a segurança é bastante enfática. Nem lanches para crianças ou bebês são permitidos. Eu tive que colocar todos lanches no  lixo.
O tour é bastante interessante e conta vários fatos da história americana e principalmente detalhes da arquitetura do local. O tour inicia com um vídeo, e depois segue em um espaço museu, até chegar ao topo da cúpula, onde é possível conhecer detalhes das obras e dos artistas que participaram da construção. 


Infelizmente durante a nossa visita, haviam muitos tapumes, pois tanto a parte interna, quanto a parte externa da cúpula estava em reforma.Um dos locais que eu mais gostei de visitar foi o Statuary Hall.  A visita é muito interessante, porém eu não recomendo para quem viaja com criança. Embora o local fosse muito interessante para o pequeno, ele não curtiu pois não entende inglês.
Do Capitólio seguimos direto para a Biblioteca do Congresso, através de um acesso interno a partir do Capitólio, não sendo necessário passar novamente no detector de metais e área de segurança. Existem tour guiados gratuitos, porém quando chegamos ao local, um tour havia acabado de inciar, então resolvemos visitar por conta própria. A Biblioteca do Congresso é a maior biblioteca do mundo em espaço de armazenagem e em número de livros, totalizando mais de 150 milhões de itens. O local é lindíssimo. Ainda no primeiro andar você encontra a Bíblia de Gutenberg datada de 1450. Já no segundo andar é possível visualizar a Sala de Leitura, um dos espaços mais bonitos do local.



Após a visitas, voltamos para a região do National Mall, para visitar o Museu de História Natural, mas antes passamos para conhecer o Jardim das Esculturas da National Gallery.
O museu é muito bonito e enorme. Mais um dos locais que daria para passar umas 4 horas, pelo mínimo. Nós fizemos uma visita rápida de 2 horas e visitamos as principais atrações segundo o ótimo post do Aprendiz de Viajante


Dia 03: Começamos o dia em um tour pela cidade com a empresa  DC Bus Tours, que oferece aqueles famosos passeios em ônibus de dois andares, onde a gente pode subir e descer quantas vezes quiser. 

A primeira parada foi no Lincoln Memorial e Memorial dos Veteranos do Vietnã. A vista do espelho d'água em direção ao Washington Monument é incrível.




De lá seguimos até Georgetown, um dos bairros mais charmosos de DC. Antigamente Georgetown era uma cidade portuária, e só foi incorporada à DC décadas depois. É em Georgetown que fica a Georgetown University, a Old Town House, casa mais antiga de DC e várias residências tombadas por fazerem parte da história americana. A arquitetura do bairro é uma graça, e me lembrou muito o bairro de Nothing Hill em Londres.



Outro local lindo é a beira do rio Potomac, na região chamada de Waterfront Park. 

Voltamos ao ponto inicial da onde inciamos o tour e pegamos o nosso carro para ir até Arligton, visitar o Cemitério de Arlington. O cemitério é famoso por lá estarem enterradas mais de 300 mil pessoas, em sua maioria veteranos de guerras e também o Presidente John Kennedy e sua família. Infelizmente tivemos que nos contentar em ver o cemitério do lado de fora, pois quando chegamos no cemitério, estava próximo do horário de fechar e não permitiram a nossa entrada. Ficou para uma próxima.
Onde ficar |
Hospedagem em Washington DC, não é  a coisa mais econômica do mundo, principalmente em tempos de dólar alto. Eu sempre acho que compensa ficar hospedado próximo aos locais que desejamos visitar, mas cogitei fortemente ficar hospedada em Arlington ou Alexandria para economizar na hospedagem. Acabamos optando em ficar em DC, muito bem localizados, para conhecer as atrações da cidade e depois seguir uma noite em Alexandria, para conhecer um pouco mais dessa cidade, o que achei suficiente. Fiquei muito feliz com as minhas escolhas, e com a decisão de ficarmos hospedados em DC, mas se você quiser ou precisar economizar, veja algumas opções de hospedagem em Alexandria ou Arlington, preferencialmente próximo ao Metro, como o Embassy Suites, que cito abaixo.
Washington DC | Mandarin Oriental: Simplesmente perfeito, a começar pela localização. O hotel é lindo, o atendimento é impecável e o quarto é maravilhoso. Fica a uma curta caminhada de distância do Tidal Basin e do Washington Monument, tornando possível visitar as principais atrações da cidade caminhando. Gostamos muito e acredito que fez toda diferença estarmos hospedados junto as principais atrações, ao invés de perder tempo com deslocamentos, se tivéssemos optado por um hotel mais afastado, com menor preço. Leia o post "Onde se hospedar em Washington DC | Mandarin Oriental, uma experiência inesquecível", para conhecer todos os detalhes da nossa hospedagem. Para ver disponibilidade, valores e reservas para o período da sua viagem, clique aqui.
Alexandria | Embassy Suites Alexandria Old Town: O Embassy Suites foi uma grata surpresa, pois fica localizado no coração de Alexandria, com vista para o Monumento Maçônico. Como está localizado em frente a estação de metro, o hotel é também uma boa escolha para quem deseja visitar DC. A rede Embassy tem um grande diferencial para famílias por oferecer quartos espaçosos composto por sala e quarto em dois ambientes, com microondas, oferecendo também café da manhã e happy hour no final do dia, incluído na diária.Leia o post "Embassy Suites Alexandria Old Town | review de hospedagem em Alexandria" , para conhecer todos os detalhes da nossa hospedagem.  Para ver disponibilidade, valores e reservas para o período da sua viagem, clique aqui.
Arlington também é uma boa opção para hospedagem. Clique aqui para ver algumas opções de hoteis.
Como se locomover pela cidade |
Como eu já contei acima, nós alugamos carro com a RentCars, e retiramos e devolvemos o carro no aeroporto. Optamos por alugar carro para ter mais flexibilidade pela cidade, e principalmente porque o nosso roteiro incluía outros destinos pela região, o que só seria possível com carro alugado.
Se você for visitar somente Washington DC e as cidades acessíveis de metro, não acho que o carro seja necessário. Primeiro, porque é difícil encontrar lugar para estacionar em DC, segundo porque os estacionamentos dos hotéis são caríssimos (em torno de $50), terceiro pelo trânsito pesado e quarto, pela cidade oferecer várias outras opções de deslocamento. Praticamente você consegue chegar a todos locais através do metro.
Como nós estávamos hospedados no Mandarin Oriental, na melhor localização da cidade, nós fizemos todos os passeios a pé. É verdade que caminhamos bastante e adoramos caminhar, mas todas atrações estavam próximas.
A única região mais afastada, que não era possível visitar caminhando foi Georgetown, que conhecemos através do passeio  de ônibus com a DC Bus Tours, que oferece passeios turísticos pelas principais atrações da cidade, no sistema hop-on hop-off, sendo possível descer do ônibus, visitar a atração, e subir em um próximo ônibus. Outra grande vantagem é que todo trajeto é narrado, inclusive em português, contando a história do local e muitas curiosidades.
Visitando Washington DC com criança | 
Embora o nosso roteiro não tenha sido específico para crianças, posso afirmar que nos divertimos muito em família e o pequeno gostou demais. Suas atrações preferidas foram o Museu de História Natural e o Air & Science Museum.
A região do Tidal Basin também é uma delícia para passear com os pequenos, e até mesmo fazer um piquenique entre as cerejeiras.  Qualquer pedra virava um playground e interagir com as estátuas, um jogo de faz de conta.
O único passeio, como eu já comentei acima, que ele não gostou foi a visita ao Capitólio, que acabou sendo demorada, e como ele não entende inglês ficou cansativa.

Se você visitar a cidade com criança, não esqueça de levar o carrinho. Mesmo Dodô tendo 6 anos, o carrinho foi muito útil, pois caminhamos muito e ele não aguentava todo o percurso. Assim de tempos em tempo dava uma descansadinha.


E você já visitou DC? Conte para a gente suas atrações preferidas na cidade.
* Agrademos o apoio da Capital Region USA e  Destination DC  através de sugestões no roteiro.
Outros posts sobre a Região da Capital dos USA:
* Roteiro pela Região da Capital dos USA | O melhor de Washington DC, Maryland e Virgínia
* Onde se hospedar em Washington DC | Mandarin Oriental, uma experiência inesquecível
* Uma tarde na Vinícola The Bull Run | Conhecendo os vinhos da Virgínia
* Primavera em Washington DC e o espetáculo das cerejeiras
* Embassy Suites Alexandria Old Town | Review de Hospedagem em Alexandria
* Alexandria | Um charme de cidade próximo a capital americana
* Hyatt Place Chantilly | Review de Hospedagem na Virginia
* Light City Baltimore | Descubra um mundo de luzes e criatividade em Baltimore
Procurando hotel em Washington DC?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Lembrando que a maioria da reservas são com cancelamento gratuito. Você pode reservar para garantir o preço, e continuar acompanhando as reservas. Se achar uma oferta melhor de outro hotel, é só cancelar a reserva, sem custo, online.
Procurando carro para alugar?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu carro através da nossa página e Rentcars, você não paga nada a mais por isso, e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Nós já experimentamos o serviço e aprovamos.

7 comentários:

  1. um dos meus sonhos nos E.U.A.é conhecer Washington D.C.
    Seus posts estão muito bons e só aumenta a minha vontade. As fotos estão lindas e Dodô é um artista !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida!
      DC é demais. Vocês irão adorar a cidade!

      beijos

      Excluir
  2. Minha próxima parada nos USA! Washington DC! Post super completo , mas o que realmente me deu invejinha foram os precos das passagens! Quero bugs já! rs Beijos, lindas fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oremos por mais bugs de passagem aérea kkkkkkkk

      beijo

      Excluir
  3. duas coisas me vieram a cabeça lendo seu post e vendo essas fotos maravilhosas:
    1) que barbada !!!! passagens mega baratas não tinha como não ir, não é mesmo?
    2) sempre tive preguiça de Washington, e aqui em casa meu marido quer muito ir, mas lendo o seu post confesso que rolou um pensamento do tipo 'acho que meu pré-conceito de Washington estava errado - muito bom!!!!
    beijocas
    Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós adoramos Washington DC.
      Nunca foi minha prioridade, mas a cidade é incrível, vale demais a visita.

      beijos

      Excluir
  4. Oi, Francine!
    Estou começando a fazer meu roteiro pra Washington e encontrei seu blog.
    Vi que vc postou a possibilidade de traslado aeroporto-hotel de ônibus por U$ 20. Como vou com meus dois filhos pequenos (2 anos e 4 anos) e vou chegar 10:30 da noite na cidade, vi vc falar do ônibus e achei uma boa (pq taxi precisa de cadeirinha e eu não vou levar as minhas). Tb pensei no metrô, mas chego tarde e o metrô fecha meia noite. Então, se der problema no voo, tenho q ter um plano B. Só que pesquisei esse ônibus e não encontrei. Vc pode me ajudar? ônibus não deve exigir cadeirinhas...

    ResponderExcluir

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.