1 2 3 4 5 6

quinta-feira, 11 de maio de 2017

10 Dicas de Viagem que só uma mãe pode dar

Domingo é dias das mães e durante essa semana, esse é o assunto do momento. Foi por isso que um grupo de blogueiros que escreve sobre Viagens em Família se reuniu para participar de mais uma Blogagem Coletiva, com o assunto 10 Dicas de Viagem que só uma mãe pode dar. O grupo é formado por blogs experts em Viagens com Filhos (clique no banner na lateral da página para conferir todos os participantes) e juntos já escrevemos sobre vários assuntos, como Como conciliar viagens e ano letivo, O que o meu filho aprendeu viajando, Destinos para viajar com as crianças no Brasil, Destinos para viajar em família, entre muitos outros.
Dicas de viagem, todos nós temos para compartilhar, mas viajar com criança e principalmente bebê, sempre gera um mi mi mi e dúvidas sobre o assunto. Eu mesma já ouvi muitas vezes, que era doida em viajar com uma criança tão pequena para o outro lado do mundo ou por levar um bebê à Disney. Fora a infinidade de vezes que vi imagens no Facebook e em grupos do tipo "Minhas amigas estão tendo bebês e eu estou viajando o mundo".


Brincadeiras a parte, da sim para viajar o mundo com criança, e digo mais: é bom demais. Nossas viagens se tornaram mais divertidas, mais prazerosas e inesquecíveis.  Nesses sete anos como mãe, aprendi bastante.  A maternidade é linda e mágica, mas também muito trabalhosa. Tenho certeza que toda mãe, quando grávida imaginou ler um livro entre uma mamada e outra, fazer milhares de coisas, projetos novos e quando na realidade, o pouco tempo que sobrava eu só queria poder tomar banho, dormir e comer. E viajando com um bebê e depois com uma criança, também foi um pouco assim. Fui desenvolvendo habilidades na prática. Descobrindo a melhor maneira para a nossa família e nosso estilo de viagem. Nunca deixamos de viajar por estarmos com uma criança e sempre fizemos questão de que a viagem fosse também um grande aprendizado para todos nós, e acima de tudo momentos que estivéssemos conectados um ao outro, em tempo integral.
O que aprendi viajando com meu filho:
Quanto mais cedo viajar com seu filho melhor. Viajar com bebê é muito mais fácil do que parece ser.
Se a cada vez que eu escutasse a frase "Vou esperar meu filho ficar maior para viajar" eu ganhasse R$ 1,00, já estaria milionária. Quer um conselho de mãe? Viaje logo. Viajar com bebê é muito mais fácil do que parece ser.
Enquanto eles são bebês, você não precisa se preocupar em querer agradá-los. Se for bebê que mama no peito, não precisa pensar em opções para alimentação. Tem coisa mais prática do que ter o leitinho sempre pronto a temperatura agradável, na hora que o bebê quiser mamar? Dormem em qualquer lugar, basta um carrinho e os pais podem continuar a programação normal de viagem. Eu sempre achei fácil viajar com bebê e ainda acho que é a melhor fase para iniciar as viagens em família.

Tem também a questão econômica. Bebê até 2 anos não paga passagem aérea, se não utilizar assento de avião, e tem direito a despachar carrinho e cadeirinha de carro sem custo.
E claro, a questão do convívio e aprendizado. Acostumando o bebê desde pequeno com rotinas diferentes em viagens, lá na frente será mais fácil ele se adaptar, pois já estará acostumado com as andanças pelo mundo a fora.
Viaje para lugares diferentes. Não se prenda a programações infantis.
Todo destino pode ser local de criança. Não é porque você está viajando com criança que só deve visitar parques temáticos ou resorts. Mostre o mundo ao seu filho, o cotidiano de outros lugares, outras culturas e outras formas de viagem. Um castelo medieval pode ser tão ou mais divertido do que um parque de diversões.

Ficar hospedado uma semana em resorts cheios de atividades, é uma delícia. A gente também adora, o conforto e a comodidade. Mas são nas viagens com roteiros diferentes que a gente mais se diverte, se identifica e aprende mais. É esse tipo de viagem, que nos tira da nossa zona que conforto, que deixam as melhores lembranças e muito mais saudades. Leia o post "Todo destino turístico pode ser destino para criança", para mais inspirações.

Relaxe na alimentação e na rotina
Vejo muitos pais se estressando em manter a rotina de sono, alimentação saudável e horários durante as viagens. Relaxem!
Graças a Deus eu sempre tive o apoio de uma pediatra maravilhosa, que incentivava nossas viagens em família e afirmava que sair da rotina também é saudável. Não é porque o guri vai passar 15 dias comendo batata frita e miojo, que sua saúde e educação serão comprometidas.

Quem nos acompanha sabe que Dodô é muito chato para comer. Mas acreditem, nunca passou fome. Quando tiverem fome, eles comem, bebem leite ou sejam lá as opções que tiverem. E na volta para casa, tudo se ajeita. O corpo demora um pouco para se adaptar ao fuso horário e a mente às antigas regras, mas tudo volta a ser como era antes.
Carrinho é essencial 
O carrinho de passeio foi nosso fiel companheiro de viagem até o ano passado, quando o Dodô tinha 6 anos. Obviamente, ele já estava maior do que o limite de altura previsto pela marca do nosso carrinho, mas ainda assim era uma mão na roda para os momentos de cansaço, de sono ou mesmo de manhã. Nada como um carrinho e um Ipad para proporcionar alguns momentos de paz.
Para conhecer modelos de carrinhos indicados para levar em viagem leia o post "Carrinho de bebê, qual modelo escolher para levar em viagens?".

Em torno dos dois anos, nós paramos de utilizar o carrinho de bebê em casa e passeios. Depois disso adquirimos um carrinho menor, do tipo guarda chuva, apenas para utilizar em viagens. Lembro da última viagem que tivemos a companhia do carrinho, e o guri já estava tão grande, que quando ele dormiu foi preciso amarrar as pernas, para que conseguíssemos empurrá-lo.

Agora o carrinho já não viaja mais com gente, e foi preciso utilizar outras "distrações"para que o guri caminhasse longos percursos sem reclamar. No nosso caso, o jogo Pokemon Go foi uma ótima alternativa.
Não esqueça do kit de sobrevivência para voo
Nós adoramos desbravar lugares distantes, o que quase sempre envolve longos voos e conexões em aeroportos. Eu costumo falar que eu incomodo mais do que o nosso pequeno viajante em voos, pois o tempo não passa e dificilmente eu consigo dormir. Enquanto ele assiste todos os filmes disponíveis e dorme com a maior facilidade.
Mas é sempre bom garantir momentos de distração. Desde que ele era pequeno eu sempre viajo com alguns brinquedos, livrinhos de atividades, jogos de cartas, Ipad ou Dvd portátil com fone de ouvido e muitas opções de lanches. Pois muitas vezes, comer também pode ser uma distração. Dodo não come comida de avião, então eu preciso me precaver com várias opções. Sempre levo leite achocolatado, salgadinhos, biscoitos, bolos industrializados e alguns doces.
Não esqueça de incluir também roupa extra para a criança e também para os adultos. Na primeira viagem internacional do Dodô, enquanto ele dormia no meu colo, a fralda vazou e eu não havia levado roupa extra para mim. Imaginem o desconforto que foi só poder trocar de roupa no destino final.
Deixe a criança viajar com roupas confortáveis. Leve também o seu travesseirinho ou bichinho de pelúcia preferido. Sempre é bom ter uma referência de casa, na hora de dormir.
Nunca viaje sem contratar seguro de viagem
Se adulto doente já é ruim, imagine coração de mãe, com o filho doente durante uma viagem. Fora imprevistos que podem acontecer. Graças a Deus nós nunca precisamos acionar o seguro, mas sempre viajamos segurados. Atendimento médico na maioria dos países mundo afora é caríssimo, e viajando protegido você não corre o risco de se assustar com a conta no final do atendimento.
Temos contratado seguro viagem com a SegurosPromo, empresa que oferece as melhores opções de seguro, com ótimo custo benefício. A SegurosPromo é um site agregador de ofertas de várias seguradoras, já oferecendo na busca, várias opções de seguradoras, com seus respectivos preços, evitando de o usuário ter que fazer uma pesquisa individual. Nós gostamos tanto do serviço que viramos parceiros e leitores tem desconto na compra de seguro viagem, utilizando o cupom: VIAGENSQUES5
Outro vantagem de contratar seguro viagem no Brasil, é ter o atendimento em português, ao telefonar para a seguradora para saber qual o local conveniado no seu destino. Para ler o relato de quem precisou acionar o seguro para atendimento de bebê em Orlando, nos Estados Unidos, leia o post "A experiência da Mariah de 10 meses em Orlando com o Seguro Viagem""
Apresente o destino ao seu filho, antes de viajar. Crie expectativa.
Envolva seu filho nos preparativos da viagem. Vá apresentando o destino e o que farão durante a viagem, para que a criança fique curiosa e entusiasmada. Há várias formas de fazer isso: monte calendários, onde vocês possam riscar os dias que faltam até a viagem, assistam desenhos que falem sobre o destino, leiam livros, façam atividades, assistam filmes, pesquisem.

Nós fizemos isso a cada novo destino e é muito gostoso curtir a viagem antes dela acontecer.
Não exagere na bagagem
Com a experiência a gente vai aprendendo que não é preciso levar a casa na mala. Eu mesma já exagerei na mala nas primeiras viagens com bebê. Com o tempo vamos aprendendo que viajar leve é muito mais fácil e tranquilo. Com pouca bagagem, é mais fácil de ter uma mão livre para dar para a criança ou empurrar o carrinho e viajando com poucos volumes, temos maior controle sobre o que carregamos, evitando esquecimento de alguma coisa pelo caminho. Outra dica é levar mochila ao invés de bolsa, para carregar pertences pessoais. Contei várias dicas sobre bagagem através da minha experiência viajando sozinha com o pequeno no post "Viajando sozinha com criança: dicas para dar tudo certo".

Temos viajado os últimos anos apenas com uma mala de no máximo 23 Kg para nós três e tem funcionado muito bem. Meu sonho de consumo é cada um poder viajar com uma mala de bordo, assim cada um cuida das suas coisas. Mas para isso precisamos esperar o guri crescer mais um pouco. Chegaremos lá.
Segurança em primeiro lugar
Nós adoramos viajar para lugares diferentes, conhecer outras culturas mas nunca colocaria a segurança da família em risco, muito menos com o nosso bem mais precioso e sonhado, o nosso filho.
Você pode estar imaginando que eu esteja falando em visitar lugares perigosos ou áreas de risco. Não. Estou falando de segurança, seja na cadeirinha de carro apropriada a sua idade ou ao uso do cinto de segurança durante o voo. Nunca deixe seu filho sem o cinto afivelado durante o voo. Se ele for dormir deitado, afivele o cinto mesmo assim. Não são raros os casos de turbulência inesperada a bordo.
A mesma coisa em viagens de carro. Sempre utilize o modelo de cadeirinha apropriada a idade do seu filho e as regras do país que estiverem visitando. Confira esse excelente post do blog Trilhas e Cantos sobre o assunto. Na maioria das vezes, vale a pena levar sua própria cadeirinha ou comprar no destino, ao invés de alugar com a locadora. Informe-se, mas de maneira nenhuma deixe o seu filho viajar desprotegido.
Relaxe e aproveite os momentos em família
Viajar em família é uma grande aventura. Nem sempre sai tudo como tínhamos previsto. Algumas vezes, a birra acontece em lugares inoportunos, o cansaço chega e a paciência já passou do limite. Respire fundo, relaxe e lembre-se que são esses momentos vividos com dedicação total de tempo e atenção, que serão as lembranças que ficaria para sempre na nossa memória.
Ninguém lembra com carinho da roupa de marca que comprou e está guardada no armário ou do brinquedo que foi pouco utilizado. Mas tenho certeza que grandes experiências não sairão da sua memória e nem da memória do seu filho.

Feliz Dia das Mães a todas as mães que adoram viajar com seus filhos, e um muito obrigada a minha mãe, que me proporcionou esse tipo de experiência na minha infância. Nunca esquecerei desses momentos e tenho certeza que o Dodô guardará para sempre esses momentos que estamos vivendo.




Leia também outros posts que escrevemos sobre Viagens em Família:
* Como conciliar viagens e ano letivo | A nossa experiência
O que meu filho aprendeu viajando
Cinco Destinos para viajar com as crianças no Brasil
5 Destinos para viajar em família
As viagens da minha infância



Esse post faz parte da Blogagem Coletiva  10 Dicas de Viagem que só uma mãe pode dar. Visite os outros blogs participantes:

38 comentários:

  1. Dicas sempre ótimas, Fran! Mas ainda vou te contratar para arrumar as nossas malas, porque esse milagre que tu consegues aqui em casa é inalcançavel!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, podemos trocar conhecimentos!!!
      Me convida, que se tiver aquele bolo gostoso, eu vou sim!!!
      Feliz Dias das mães!

      Excluir
  2. Com suas dicas, é só arrumar as malas e colocar o pé na estrada! Maravilhosas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc também tem dicas ótimas!!!
      Feliz Dia das mães

      Excluir
  3. Fran, adorei suas dicas e temos várias coisas em comum! A diferença é que eu demorei mais pra começar a viajar de avião com o filhote. Esperei me sentir segura pra isso. Mas de carro, ia sempre, desde poucos meses...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu até agra não peguei gosto por viajar de carro hahahahaha
      Um dia eu aprendo!
      Feliz Dia das mães!!

      Excluir
  4. Fran, adorei o post! Realmente vi que temos muito em comum. Acho super importante envolver os pequenos nos preparativos da viagem, eles ficam bem mais empolgados!
    Feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adorei seu post Carol,
      Feliz Dia das Mães

      Excluir
  5. Mãe é tudo igual, já diz o ditado, mamães viajantes pensam muito parecido no quesito filhos x viagem. Adorei as dicas.. e adianto para desejar um ótimo dia das mães e muitas viagens em família ;)

    ResponderExcluir
  6. Nossas dicas são parecidas, Fran! Onde é aquela foto do Dodô com as estátuas dos homens??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É em Washington DC, num daqueles Memoriais próximos do Tidal Basin.
      Beijão

      Excluir
  7. Adorei as dicas Fran!!! E também preciso aprender a diminuir a bagagem! Já diminui, mas ainda falta um tanto pra chegar nesse nível! Feliz Dia das Mães!!!

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você que quanto menor mais fácil de viajar. Sempre falo com as amigas grávidas, aproveite os primeiros meses de licença para viajar porque bebê só quer mamar, fazer cocô e dormir rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Isso mesmo: viajar sem medo. Ygor tinha 7 dias quando fez a primeira viagem. Não atrapalhou nada. Feliz Dia das mães! Beijo

    ResponderExcluir
  10. Fran, que máximo. Concordo, é mais fácil viajar com bebê do que com crianças maiores. Quanto antes, melhor. Mas alguns pediatras orientam a esperar os primeiros meses para pegar voos. Mas sempre há um hotel fazenda perto para uma escapada!

    ResponderExcluir
  11. Fran, Adorei o post!! Aqui Pokemon Go também é um sucesso! Ainda to na dúvida se levo o carrinho agora pra Disney ou não... bjos

    ResponderExcluir
  12. Perfeito Fran! Fecho contigo em várias dicas, guria! Bjs e um feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
  13. Demais de bom poder compartilhar nossas dicas de viagem com nossos pequenos.... Saudosismo e realidade tudo junto!!! Adorei. Um bj Debora

    ResponderExcluir
  14. Como sempre, muito bom seu post! Temos algumas dicas em comum, vc viu? MInha filha tb tem 7 e usou o carrinho até a ultima viagem, com 6, e nossos carrinhos são do mesmo modelo! hehehe. Sobre alimentação, nós já demos vários vacilos, pq minha filha não dizia que estava com fome e a gente acaba passando muito do horário, distraídos com os passeios. Logo começavam as birras e confusões, até a gente se dar conta que aquilo tudo era fome! Agora que ela está maior facilitou bastante neste quesito.
    Gosto muito do seu blog, sempre pego dicas aqui. Parabéns.

    ResponderExcluir
  15. Ah, e sobre as malas, como vc consegue este milagre de 1 mala de 23kg para os 3??? Preciso aprender!

    ResponderExcluir
  16. Que lindo seu post, Fran! Várias dicas parecidas com as minhas... Coisa mais fofa esta foto do Dodô na praia com a piscina de pato! :-) Super concordo com essa questão da segurança. Me fez pensar em pais que burlam a altura do filho pra entrar na montanha russa, colocando sapatos de sola alta, por exemplo... A limitação de altura é justamente uma questão de segurança, pra que arriscar, né? Beijo e obrigada por seu comprometimento com a movimentação do nosso grupo!

    ResponderExcluir
  17. Fran, já abri um sorriso com a primeira dica! Ahhh.... que saudade que eu tenho de viajar com bebezinho! Eu me sentia uma heroína, nunca imaginei que os desafios iriam crescer com a chegada a cada ano!! rsrs. E bora continuar mostrando o que tem de mais maravilhoso nesse mundo!!! E o Dodô tem que paparicar muito essa mamãe super star!! Feliz Dia das Mães

    ResponderExcluir
  18. Que fotos lindas Francine! É verdade, estamos bem coordenadas nas dicas, ao começar pela primeira! :D Feliz Dia das Mães!

    ResponderExcluir
  19. Ótimas dicas! Concordo com todas, especialmente a de começar a viajar desde cedo. Viajar com bebê é muito mais fácil do que a maioria das pessoas pensa.
    A dica da segurança é preciosa também. Tive uma péssima experiência com aluguel de cadeirinha no local, então agora sempre despachamos as nossas próprias cadeirinhas.

    ResponderExcluir
  20. Adorei suas dicas!!! Concordo com todas, principalmente relaxar nas refeições e experimentar destinos diferentes!!!

    ResponderExcluir
  21. Fraaaaaan,
    Cheguei no teu blog e terminei de ler todos. Ebaaaaaa! rs
    Ahhhh, as maravilhas de viajar com um bebê. Comida? Sempre quentinha e pronta para ser servida no peito da mamãe. Saudades dessa facilidade.
    Temos o item segurança em comum. Sou super encanada com isso. Como dizem meus amigos alemães, segurrrança, segurrrança. kkkkk
    Bjks
    Adriana

    ResponderExcluir
  22. Fran, adorei o post. Relaxar e curtir o destino é o que importa, né? Estou viajando cada vez mais leve, mas ainda não cheguei no teu nível... hahahahaha. Bj

    ResponderExcluir
  23. Fran, o carrinho de bebê funciona até hoje aqui em casa. Utilizamos um carrinho de bebê para as duas crianças, quando o mais velho cansa tiramos a pequena do carrinho e a colocamos para andar. Assim vamos revezando a vez de quem vai no carrinho! Bem que o carrinho poderia aguentar mais peso, assim eu poderia participar do revezamento! kkkkk - Beijos dos Ferinhas Viajantes!

    ResponderExcluir
  24. Fran, quantas dicas maravilhosas! Me ensina a fazer mala, por favor! hahaha Adorei o post e ri aqui pensando no guri com as perninhas amarradas enquanto dormia no carrinho. Muito bom! :)

    ResponderExcluir
  25. Lindo post, Francine e ótimas dicas. Com certeza as lembranças serão maravilhosas. beijocas

    ResponderExcluir
  26. Adorei sua lista Fran, aqui só começamos a viajar quando os meninos já não eram mais bebês, mas vi que não é tão complicado como muita gente pensa.

    ResponderExcluir
  27. Muito parecida com as coisas que fazemos também Fran só que nunca contratei seguro viagem e sempre uso do cartão e já fiquei atenta agora e vou fazer. Linda família viajante!

    ResponderExcluir
  28. Fran, estou adorando seu site e suas dicas.Obrigada!
    Só pra confirmar, pode me dizer se meu bb de 1 ano e 4 meses entao usará o bb conforto na Europa? E meu outro filho de 6 anos e 3 meses podera usar somente o banco de assento? Vamos a Alemanha, França e Portugual durante 24 dias e alugaremos carro para a maioria dos dias. Faremos de Berlim a Paris de carro. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel!!!!
      Que bom que está gostando!! Eu fico muito feliz.
      Eles vão precisar de cadeirinhas sim. Lembro que na Alemanha, nem o taxi levava sem cadeirinha. Provavelmente vale a pena você levar as suas. Beijos

      Excluir
  29. Oi Fran, pensamos muito igual! Realmente o quanto mais cedo melhor, muita gente não se dá conta disso e acaba não aproveitando essa fase boa de viajar com as crianças. Ainda bem que a gente é do time dos pais "ousados", né?! Parabéns pelo post, muito gostoso de ler ;) Bjs dos 4 Ases

    ResponderExcluir
  30. Adorei a dica da mala! Por aqui também viajamos "leve"! Cintos afivelados e cadeirinhas apropriadas são outra dica importantíssima! Adorei o post! Parabéns!

    ResponderExcluir
  31. Assino embaixo todas as dicas! Perfeito!
    E me ensina a viajar leve? Agora preciso aprender mais que nunca porque por aqui se cobra tudooooo... Ou viaja com mala de mão ou se gasta $...

    ResponderExcluir

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.