1 2 3 4 5 6

sábado, 9 de janeiro de 2016

Passeio de elefante na Tailândia | Nossa experiência em Ao Nang

O elefante é um animal sagrado na Tailândia e são vários os locais que oferecem passeios com os animais pelo país. Um dos locais mais conhecidos por esse tipo de passeio é  Chiang Mai, no norte da Tailândia, mas a cidade ficou de fora do nosso roteiro nessa viagem.  
Esse tipo de passeio, gera muitas controvérsias entre os turistas: muitos desejam fazer e outros abominam esse tipo de atitude. Confesso que estava receosa, mas o pequeno tinha muita vontade de fazer esse passeio, principalmente porque todas imagens e vídeos que víamos do país incluía um passeio de elefante. Decidimos fazer o passeio com o cuidado de escolher uma empresa que cuide bem dos animais.
Quando fechei o passeio para o Mercado Flutuante de Damnoen Saduak, havia a opção de conjugar o passeio com um passeio de elefante, mas choveu muito durante a visita ao mercado e desistimos do passeio de elefante (seria programa de índio na certa kkkk). O valor do passeio de elefante a partir do Damnoen Saduak custava THB 600 por pessoa.
Quando estivemos em Ayutthaya, o taxista fez muito esforço para nos levar a um passeio de elefante ( ele deveria ganhar comissão sobre o passeio). Mas ao contrário do dia anterior, estava muito calor com sol forte, e achei que não seria bacana passear de elefante pela cidade, de templo em templo. Preferimos o conforto do táxi com ar condicionado.
Quando chegamos em Krabi, no litoral do país, vi alguns anúncios de passeios em AoNang. Pesquisei entre as opções e escolhemos a empresa Nosey Parker's Elephant Trek. Eles oferecem várias opções de passeios. Nós optamos pelo passeio básico de 45 minutos, que tem um custo de THB 800 por adulto e THB 400 para crianças, incluindo o passeio e transfer de ida e volta. Você pode reservar o passeio online, ou através das agências de turismo de Ao Nang (que existem em cada esquina) ou mesmo nos hotéis. Não esqueça de negociar o valor, sempre se consegue um desconto. Eu reservei online e quando chegamos no hotel, ligamos  ao telefone de contato e em poucos minutos uma van personalizada da empresa, com ar condicionado, estava nos esperando em frente ao hotel, para nos levar até o local do passeio, que fica a uns 15 minutos de distância de carro da praia de Ao Nang.
Chegando la fomos convidados a subir em uma plataforma para subir no elefante, como uma casinha de madeira. Deixamos os chinelos na plataforma e subimos no elefante. Não foi possível irmos os três no mesmo elefante, pois é permitido no máximo 2 pessoas por elefante. Fomos eu e o pequeno em um e o Ariel em outro.
O início do passeio é um pouco tenso, mas logo nos acostumamos com o balanço "suave"da carona do elefante. Já no início do passeio, vimos um elefante tomando banho no riacho. O passeio é por dentro de uma área verde, com muitas plantas e árvores. 
Nós fomos sentados em uma espécie de cadeirinha estofada sobre o lombo do elefante, e o guia vai sentado sobre o pescoço do animal. Na metade do trajeto, fizemos uma parada e o guia desceu e nos convidou para subir no pescoço do elefante, sendo o guia do animal. Eu subi no pescoço, mas não me senti muito confortável e resolvi voltar ao banco estofado. Ariel foi mais corajoso e terminou o passeio guiando o elefante.
A elefante que nos levou no passeio se chamava Saman e tinha 31 anos. Uma preocupação na hora de definir a empresa para o passeio, era quanto ao cuidado com os animais.  Aparentemente os animais são bem tratados e os guias utilizam apenas uma haste de madeira para auxiliá-los a comandar os animais. Li alguns relatos de empresas que machucam os animais para eles seguirem as ordens dos guias. 
No trajeto de volta passamos por dentro do riacho e fomos até o local de início do passeio para desembarcar. O passeio durou uns 45-50 minutos.
Depois do passeio fomos alimentar os animais, com pepinos em uma área coberto do camp. Foi também um momento para tiramos fotos com os animais e ficarmos lado a lado.  Ainda fizemos uma curta caminhada pelo camp. Vimos outros elefantes e o guia nos contou algumas curiosidades sobre o local onde eles dormem e como é reciclado as fezes dos animais e mais tarde transformada em papel reciclado.
No final do passeio eles oferecem as fotos que foram tiradas durante o passeio, mas nem cheguei a ver qual o valor cobrado, pois tiramos várias fotos com a nossa própria câmera.
Foi um passeio bastante diferente do que já havíamos feito em todas as nossas viagens em família. Não é a sensação mais maravilhosa do mundo, mas o contato com os animais, assim de perto, é muito bacana. Nem preciso dizer que o pequeno adorou, né? O passeio de elefante tornou-se um dos momentos inesquecíveis da viagem à Ásia.
Nosey  Parker's Elephant Trek
19 Krabi Road
Krabi - Tailândia
Leia "Ásia com criança | Roteiro de 30 dias pela Tailândia, Indonésia e Cingapura" para conhecer o nosso roteiro completo da viagem pela Ásia.
* Este não é um post patrocinado. Agradecemos ao Nosey Parker's Elephant Trek o convite para o passeio. O relato acima representa a nossa opinião sincera sobre o programa.
Outros posts sobre a Tailândia:
* Visitando Ayutthaya | Patrimônio Mundial da Humanidade
Procurando hotel na Tailândia?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Lembrando que a maioria da reservas são com cancelamento gratuito. Você pode reservar para garantir o preço, e continuar acompanhando as reservas. Se achar uma oferta melhor de outro hotel, é só cancelar a reserva, sem custo, online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Viagens que Sonhamos © 2016 - Todos os direitos reservados.