09 março 2016

Koh Phi Phi | Roteiro de quatro dias, com dicas práticas, para aproveitar o melhor da ilha



O arquipélago de Phi Phi está localizado na mar de Andaman no sul da Tailândia e é composto de duas ilhas maiores: Koh Phi Phi Don e Koh Phi Phi Leh, além de várias outras ilhas pequeninhas. Koh Phi Phi Don é a principal delas, e é onde você vai ficar hospedado e onde se concentram os hotéis, lojinhas e restaurantes. Todo esse comércio fica entre as praias de Ton Sai e Loh Dalam. Koh Phi Phi Leh, é onde fica Maya Bay, e é parada obrigatória nos roteiros de todos visitantes.
Koh Phi Phi foi praticamente destruída durante o tsumani de 2004, onde as ondas chegaram a atingir 15 m. Embora a gente tenha encontrado várias placas indicativas do Tsunami, o local está completamente reconstruído. Se não fossem, as placas, fotos e orientação da tragédia, dificilmente você perceberia que algo tão avassalador tenha acontecido na ilha. Confesso que é impossível não se lembrar da tragédia e tentar imaginar como tudo aconteceu.
A ilha é um verdadeiro paraíso, e na minha opinião deve ser obrigatória a presença de Koh Phi Phi em todos os roteiros de quem viaja pela Tailândia.
Como a gente viaja com criança, as festas ficaram de fora do nosso roteiro, mas muitos jovens vão para a ilha a fim de se divertir nas grandes noitadas. Nós aproveitamos as praias, fizemos os passeios mais indicados e passeamos pela região central da ilha. Não espere grandes comércios, mas existem várias lojinhas, mercado de conveniência, restaurantes, agências de viagem, farmácias e também escolas de mergulho. Você vai encontrar o básico para aproveitar os dias de férias na ilha.



Como chegar |
Existe apenas uma maneira de se chegar em Koh Phi Phi: pelo mar. O mais comum e também mais barato é chegar de ferry. E como ponto de partida, você praticamente tem três escolhas: Phuket, Krabi e Railay. De Phuket até Koh Phi Phi, o trajeto é um pouco mais longo, em torno de 2 horas, enquanto quem sai de Krabi e Railay demora em torno de 1h 30min para fazer o trajeto. Conversando com um casal que conheci na ilha, eles contaram que fizeram o trajeto de lancha rápida, vindos de Phuket com parada final no resort que eles estavam. Mas esse transfer foi privativo e contratado através de agência.



Como nós estávamos hospedados em Railay Beach, compramos o ticket por lá, para seguir direto até Koh Phi Phi, sem necessidade de voltar à Krabi. Existe apenas uma possibilidade de horário para se fazer esse trajeto, às 9h45min. Como não existe píer em Railay, todos passageiros ficam esperando com suas bagagens na beira da praia. Às 9h45min todos embarcam em barcos pequenos típicos da Tailândia, que levam os passageiros até o ponto em alto mar, onde o ferry aguarda a todos. E daí, é literalmente pulara para dentro do ferry.

O ferry é bastante confortável ( muito mais do que eu imaginava), limpo, com poltronas estilo de ônibus que reclinam, TV, ar condicionado e banheiro. A viagem demorou 1h 30 minutos.

Quando chegamos no píer de Koh Phi Phi, o pessoal do hotel já nos aguardava para o transfer.

Chegando em Phi Phi



A volta, foi em um ferry de outra empresa, um pouco menos confortável. Existem alguns vendedores a bordo que oferecem transfer para vários destinos, a partir do píer, como aeroporto, Ao Nang, cidade. Nós pagamos 150THB por adulto em um transfer para Ao Nang, que seria o nosso próximo destino. Nós ficamos uma noite em Ao Nang, e programamos o voo para a manhã seguinte a saída de Koh Phi Phi.

#Dica: Muitas vezes, o serviço de ferry pode não funcionar em caso de mal tempo. Então se possível, não programe voo logo após o horário do ferry. 
Para comprar o ticket foi bastante fácil, tanto na ida, quando compramos em uma das agências de Railay, quanto na volta, que compramos na agência do hotel onde estávamos hospedados.O ticket de ida Railay-Phi-Phi custou 450 THB adulto e 225 THB criança,  e o de volta Phi-Phi - Krabi 350 THB adulto e 200 THB criança.
#Dica: Como tudo o que você for comprar na Tailândia, pechinche. É chato, mas é assim que funciona por lá.
Onde ficar |
Depois de muito pesquisar, optei pelo hotel Bay View Resort, localizado na praia principal de Koh Phi Phi, onde chegam os ferries. Gostamos muito do hotel. Por ele estar localizado bem no canto da praia, a zona é bem tranquila, calma e sem barulho, mas ao mesmo tempo é bem perto para dar uma caminhada na parte central da ilha, onde acontece o agito.
Nós fizemos um upgrade de quarto, para um quarto com vista do mar e foi um ótimo investimento. O quarto era grande, confortável e próximo do restaurante e recepção. O café da manhã possuía opções de pratos asiáticos e também frutas, cereais, iogurtes, sucos, café e pães.

Leia "Bay View Resort | Review de hospedagem em Koh Phi Phi" para conhecer todos os detalhes de como foi a nossa hospedagem no  hotel. Para ver disponibilidade e tarifas para o período da sua viagem, clique aqui.
Roteiro na ilha |
Dia 01: Chegamos em Koh Phi Phi, às 11h15min. Após localizar a nossa bagagem, seguimos em direção ao píer, onde é preciso pagar uma taxa de 20 THB para entrar na ilha. Saindo da muvuca do desembarque, vimos uma placa do nosso hotel indicando transfer de barco, o que nós adoramos. O hotel não era muito longe, era possível ir caminhando, mas sempre é bom e prático, quando tem alguém para ajudar, ainda mais se não tiver custo. Chegamos no hotel, fizemos check in, deixamos as bagagens no quarto e fomos aproveitar a praia do hotel.
Praia do hotel, bem no canto de Ton Sai Beach

Almoçamos no próprio restaurante do hotel, Fried Rice servido no abacaxi e estava uma delícia.

Depois fomos caminhar pelo centro para conhecer um pouco da ilha, opções de restaurantes, agências de viagens e passeios e barqueiros que fazem passeios. Fechamos passeio para o dia seguinte ir conhecer Maya Bay por 1500 THB, com um barco Long Tail privativo.



Jantamos pelo centro, em uma espécie de lancheria que servia várias opções, como panquecas tailandesas, fritas, hamburguers e sucos.
Dia 02: O dia mais esperado entre os dias que passamos na Tailândia: conhecer om os nossos olhos, a famosa Maya Bay. Contratamos no dia anterior um barqueiro por 1500 THB, para quatro pessoas (criança não paga) e dividimos o barco com um casal brasileiro que conhecemos no ferry. 

Contratamos o passeio de meio dia, para não ficar tão cansativo. Passamos pela Viking Cave, e depois fomos para a Pileh Lagoon, um lugar maravilhoso para mergulhar. dava para ver o os peixinhos até de fora da água de tão lindos e coloridos. O final do passeio foi a cereja do bolo, a tão fotografada Maya Bay. Realmente é maravilhoso. Ficamos duas horas por lá, aproveitando a beleza do mar e paisagem. No post "Maya Bay | Ainda é possível visitar esse lugar paradisíaco com tranquilidade e sem muvuca", eu contei todos os detalhes desse passeio.


#Dica: Contrate um barqueiro particular e chegue em Maya Bay antes das multidões. Só assim você vai aproveitar o paraíso com tranquilidade.
Almoçamos no restaurante do hotel e na parte da tarde, fomos conhecer as praias próximas, em direção à praia de Long beach. São duas praias quase privativas, e bem pequenas. Uma delícia !


No final da tarde fomos conhecer a praia de Loh Dalam, que fica no lado contrário da ilha, da praia de Ton Sai, que é a praia onde estávamos hospedados. A praia é bem bonita (como todas de Koh Phi Phi) e nesta parte da ilha acontecem várias festas. Várias hotéis estavam com "pool party"no final da tarde.
Aqui vale lembrar que a parte do meio da ilha é bem estreita e em pouco minutos, você chega em Loh Dalam, mas seguindo caminhando na beira da praia, a ilha vai alargando, e voltar para o centro de Ton Sai, por ali, pode ser bem mais longe. Resumo: cuidado para não se perder kkkkkk. Não faça como a gente.
Jantamos pizza e panqueca tailandesa nos restaurantes do centro.
Dia 03: Contratamos um barco para Mosquito e Bamboo Island. O barco privativo para quatro pessoas, em quatro horas de tour custou 2000 THB, pois as ilhas ficam mais afastadas de Koh Phi Phi Don. Demoramos quase 1hora para chegar até Bamboo. Como em Maya Bay, lá também paga-se uma taxa ambiental para ficar na praia, 400 THB por adulto. A praia é bem linda, mas depois de Maya Bay, tudo fica um pouco sem graça. Acho que o mais indicado é fazer primeiro o passeio para Mosquito e Bamboo Island e depois para Maya Bay. Em Mosquito, o barqueiro parou o barco em alto mar para fazermos snorkling. Os peixes são lindos e muito coloridos.





Bamboo Island
Mosquito Island

Na volta, o mar estava bem agitado e ficamos muito enjoados. Chegamos no hotel e ficamos deitados na beira da praia, para o enjoo passar. Pedimos uns petiscos no restaurante (batata frita e Prawn's rolls delicioso). 

Esses camarões enroladinhos eram uma delícia!

Mais tarde fomos para a praia ao lado do hotel, que é praticamente privativa. Ótima para o banho de mar.

A noite fomos jantar no centro. A maioria dos restaurantes oferece carnes e peixes na churrasqueira. Nós quando vimos um espeto de carne, quase piramos e resolvemos jantar churrasco. #GaúchosFeelings
Dia 04: Nesse dia não tínhamos nenhum passeio agendado e resolvemos ficar m "terra firme". Optamos por fazer a trilha até a praia de Long Beach. É possível ir pelo mar, através de barco, mas como o nosso hotel ficava bem no canto da praia, estávamos bem próximos e resolvemos ir andando. A trilha demora uns 20 minutos a partir do hotel Bay View Resort. A parte inicial é toda pavimentada, mas a final é bem íngreme com degraus. O pequeno foi tranquilo e achou o máximo. 




A praia é linda e bastante extensa. Nós ficamos próximos ao hotel Paradise Pearl Bungallows, que tem um restaurante a beira mar com serviço de praia, muito bom. Almoçamos no restaurante, eu comi massa com camarão (120 THB) com suco (60 THB). Ariel aproveitar e fez Thai Massagem na beira da praia, 1 hora custou 300 THB.
Ficamos ali aproveitando o mar, a vista para Koh Phi Phi Leh, onde fica Maya Bay e a tranquilidade do local.


No meio da tarde, o tempo começou a fechar e voltamos para o hotel. Eu amei as panquecas tailandesas e como seria a nossa última noite em Koh Phi Phi, fomos para o centro comprar. Minha preferida foi a panqueca de Nutella.
Koh Phi Phi é bastante conhecida pelos shows com fogo. É possível assistir performances em vários restaurantes. No hotel Bay View Resort onde estávamos hospedados, o show acontece todas as quartas feiras e sábados. Bem bacana e típico da ilha.


Dia 05: Dia de deixar o paraíso. Nosso próximo destino seria a praia de Ao Nang, mas como só existia ferry para Ao Nang, no período da tarde, achamos melhor voltar na parte da manhã para Krabi, que tem uma maior frequência de barcos, e de lá pegar um translado até Ao Nang, para poder aproveitar a parte da tarde conhecendo o local.
Acordamos cedo, tomamos café e fizemos check out. O pessoal do hotel levou as nossas bagagens até o píer, e às 9 horas embarcamos no ferry com destino à Krabi.
Informações básicas |
* Quando se chega em Koh Phi Phi paga-se uma taxa de turismo no valor de 20 THB por pessoa, sendo que criança não paga.
* Não existem carros na ilha, então prepare-se para caminhar e andar de barco. Barcos fazem o translado entre os hotéis e o píer.
* Não esqueça de levar repelente. Tem muito, mas muito mosquito na ilha. E lembre-se de deixar as telas das janelas fechadas no quarto.
* Nunca vi tanto gato em um único lugar. Isso mesmo que você leu: gatinhos da espécie animal. Eu que não gosto de gato, não curti esse detalhe. São tantos, que às vezes é preciso cuidar para não chutar os filhotinhos na rua. Inclusive nos restaurantes, eles ficam aos redor das pessoas. Não curti.
* É bem fácil para trocar dinheiro na ilha. Existem vários caixas para sacar, e também lugares para trocar dólar por baths. Claro que o câmbio é um pouco mais desfavorável do que em Bangkok, mas não existe muita diferença.
* Diferente do restante da Tailândia, Koh Phi Phi tem a maioria da população muçulmana, e é possível ouvir o som vindo da Mesquita em determinados horários.
* Um dos lugares muito visitados é o View Point, onde é possível ter uma visão panorâmica da ilha. Nós ficamos com preguiça e não conhecemos o local.
* A noite é bastante agitada. Como nós preferimos o dia, e viajamos com criança, não podemos colocar a nossa opinião a respeito.
* Existem vários mercados pequenos e lojas de conveniência, inclusive 7Eleven. Não se preocupe em levar muitos lanches, pois você encontrará facilmente por lá. Inclusive comprei leite com nescau em alguns desses pequenos mercados.
* Não esqueça o protetor solar!
Quanto custa?
A viagem foi feita em novembro de 2015 e os preço sindicados são em Baths, a moeda local.
Ticket de ida Railay-Phi-Phi: 450 THB adulto e 225 THB criança
Ticket de volta Phi-Phi - Krabi: 350 THB adulto e 200 THB criança.Taxa de Turismo = 20 TBH por adulto (criança não paga).
Barco privativo para Maya Bay: 1500 TBH, para até 4 pessoas (criança não paga).
Taxa de Turismo em Maya Bay: 400 THB por adulto (criança não paga).
Barco privativo para Mosquito e Bamboo Island: 2000 THB, para até 4 pessoas (criança não paga).
Taxa de Turismo em Bamboo Island: 400 THB por adulto (criança não paga).

Hotel: 3900 THB a diária no Bay View Resort. Leia " Bay View Resort | review de hospedagem em Koh Phi Phi"para saber todos os detalhes de como foi a nossa hospedagem no hotel.
Na ilha existem restaurantes de todos os tipos, para todos os gostos e bolsos. Nós optamos sempre pela praticidade, sendo que a maioria das refeições foram feitas no restaurante do hotel Bay View Resort que também é aberto ao público em geral. Algumas vezes jantamos no centro da ilha, e outras em barracas, estilo lancherias, que servem pizzas e panquecas. Aliás, eu me apaixonei pelas panquecas tailandesas. É uma delícia. Uma espécie de crepe, porém com a massa mais durinha e crocante.
Thai pancake: 50 THB
Sucos:  50 THB
Fatia de Pizza: 80 THB
Frango, com brócolis e purê: 350 THB

Arroz frito servido no abacaxi: 200 THB

Goong Paad Ma: 150 THB
Pad Thai: 120 THB
French Steak: 280 THB
Espetinho de churrasco e batata assada: 160 THB


Batata Frita: 150 THB
Thai Massage 1 hora: 300 THB
Cerveja: 70 THB
Pina Colada: 200 THB

Refrigerante: 70
Para ver mais fotos, siga nosso perfil no Instagram - @Fran_agnoletto e a #ViagensqueSonhamosNaTailandia
Outros posts sobre a Tailândia:
* Visitando Ayutthaya | Patrimônio Mundial da Humanidade
* Como é o  passeio ao mercado flutuante de Damnoen Saduak
* Bangkok | Roteiro de quatro dias, com dicas de passeios, locomoção e hospedagem
* Bay View Resort | review de hospedagem em Koh Phi Phi
* Tailândia com criança | Como montar roteiro de 12 dias que agrade a família inteira
* Onde comprar chip de internet e telefone na Tailândia
* Ásia com criança | Roteiro de 30 dias conhecendo Tailândia, Cingapura e Indonésia
* Maya Bay | Ainda é possível visitar esse lugar paradisíaco sem muvuca
* Passeio de elefante na Tailândia | Nossa experiência em Ao Nang
* Koh Phi Phi | Roteiro de quatro dias para aproveitar o melhor da ilha
* Railay Beach | Muito mais que uma praia bonita
Procurando hotel em Koh Phi Phi?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Lembrando que a maioria da reservas são com cancelamento gratuito. Você pode reservar para garantir o preço, e continuar acompanhando as reservas. Se achar uma oferta melhor de outro hotel, é só cancelar a reserva, sem custo, online.

18 comentários:

  1. Uau, cada foto de tirar o fôlego!! Adorei! E com certeza eu também adoraria a panqueca de Nutella, hum! E que dó dos gatinhos... morro de pena quando vou a um lugar que tem muito animal abandonado, porque o bicho sofre, né. Ótimas dicas, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Guaciara!!!
      Aquelas panquecas eram MARA…saudades de Phi Phi

      Excluir
  2. Ai não, o que é esse Blog gente? E essas fotos...? Da vontade de me teletransportar e checar TODAS as suas dicas! ADOREI! Por mais que seja adepta ao frio, essa paisagem de tirar o fôlego me conquistou....rs :) Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Melissa!!
      Fico feliz que tenha gostado!!!

      Beijos

      Excluir
  3. Paraíso! Acompanhei a viagem pelo Snapchat e nem preciso dizer que depois disso a Tailândia foi lá pro topo da minha wishlist né?
    Teu post (aliás a série toda) tá bem completinho, cheio de dicas e preços - do jeitinho que eu AMO - nem preciso dizer que vou relê-los váaaarias vezes e sonhar e roteirar e sonhar mais um pouco..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simone,

      Só digo uma coisa: a Tailândia é demais !!!! kkkkk
      Que bom que está gostando dos posts. Espero que sejam muito úteis para a sua viagem!!!!

      Beijos

      Excluir
  4. Um dos posts mais bonitos dos últimos tempos, fotos lindas, destino incrível, pena que está associado ao Tsunami que causou grande tragédia. Seu filho é um fofo e a gente percebe que ele é quem mais curte a viagem. Isso é ótimo!!!

    ResponderExcluir
  5. Francine, adorei o post,super detalhado quase um manual. Lugares lindíssimos !

    ResponderExcluir
  6. Adorei os posts dos destinos. Vamos passar a lua de mel na tailandia e eu teria 3 dias inteiros para os lados de Krabi. Estou em dúvida se ficamos hospedados em Railay West ou em Phi phi mesmo. Qual a tua sugestão?
    Estou mais inclinada por ficar em Railay West e fazer os passeios de barco para as principais ilhas de phi phi. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sou suspeita pos amei os dois lugares. Não tem como arranjar uns dias a mais? kkkkk
      Acho que eu iria para Phi Phi, pois eu tinha o sonho de conhecer lá. Fora que para aproveitar Maya Bay é preciso chegar cedo e estando em Phi Phi você ganha tempo.
      Sei que não ajudei muito mas desejo uma ótima viagem. A Tailândia é demais.

      Beijos

      Excluir
  7. Oi, adorei seu post e encontrei várias informações importantes que me serão muito úteis já que estou indo com minha esposa para Ko phi phi em Janeiro.
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Afonso,
      Que bom que gostou.
      Nós amamos Phi Phi. Espero que aproveitem muito!
      Abraços

      Excluir
  8. Nossa Fran qtas dicas legais. É o meu destino dos sonhos. Voi devorar seus posts.Ótimas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandra,
      Phi Phi é realmente um sonho!!
      Nós estamos morrendo de saudades!!!

      beijos

      Excluir
  9. Oi! Preciso de uma informação, espero que possam me ajudar. Pretendo me hospedar em Phi Phi e minha dúvida é em relação aos barcos para sair de Phi Phi para Krabi. Esses barcos têm durante o dia todo ou só em determinados horários? Preciso fazer a programação de retorno... rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lorena,
      São em horários determinados. Nós voltamos para Krabi no primeiro horário da manhã, que é às 9h.
      Deve ter mais uns dois ou três horários durante o dia. Se não me engano, tinha às 11h, às 13 e às 15h, ou algo próximo disso.
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Francine, você acha que é mais vantagem se hospedar direto em Phi Phi ou passar uma noite em Bangkok??

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter