14 novembro 2018

Roteiro dos sonhos pela Amazônia: Planejamento & Dicas de Viagem

Precisei de alguns dias para processar tudo o que vivenciamos na Amazônia. Conhecer a Amazônia era um desejo antigo, que ganhou mais força depois da viagem maravilhosa que fizemos ao Pantanal no ano passado. Depois de conhecer o Pantanal e amar a experiência, o próximo destino a riscar da nossa lista no Brasil, precisava ser a Amazônia.
Foram vários os pontos que nos fizerem adiar essa viagem. O principal deles, o custo. Em um primeiro momento, uma viagem à Amazônia pode parecer cara, mas isso eu vou falar e explicar ao longo desse texto, porque não é bem assim. O segundo ponto foi devido a idade do Dodô. Sempre achava e continuo achando que não é o tipo de viagem ideal para crianças pequenas, embora seja totalmente possível, desde que os pais se revezem nos passeios ou adaptem o roteiro à rotina da família. Na minha concepção, esse é o tipo de viagem ideal para crianças a partir de 5 anos, mas para quem deseja conhecer a Amazônia a bordo do Iberostar Grand Amazon, um navio que navega pelos rios da Amazônia, crianças devem ter no mínimo 8 anos de idade. Eu estava cogitando a experiência no navio, por isso esperamos tanto para conhecer o destino.
Bom, chega de lero lero e vamos aos detalhes dessa viagem maravilhosa. Só digo uma coisa: vá!! Não escute os outros, não priorize conhecer Europa ou voltar aos Estados Unidos. Conheça essa maravilha que é nossa! Tenho certeza que não irá se arrepender.

Como planejar uma viagem à Amazônia |

Eu geralmente inicio o planejamento de viagem de acordo com a nossa disponibilidade de data X passagens aéreas. Tínhamos uma semana disponível no final de outubro, devido a um feriado escolar, o que seria ótimo, pois Dodô não perderia aula. 
  • Passagens Aéreas: Depois de muito pesquisar emiti as passagens com a Latam, com cerca de 60 dias de antecedência. Escolhi a Latam pela disponibilidade de voos desde Porto Alegre, que na ocasião que eu comprei, oferecia o menor tempo de voo até Manaus, com a melhor tarifa. Pagamos cerca de R$350,00 cada trecho para voar em outubro/2018.
  • São duas épocas distantes e muito diferentes na Amazônia: o período de cheias e o período de seca. Nós viajamos no período de seca e não tenho reclamação alguma. Fiquei com vontade de voltar na época de cheia para poder ver as diferenças entre os períodos. O único detalhe que influenciou o nosso roteiro, foi não termos visto as enormes vitórias régias.
  • Hospedagem na selva ou Manaus: Como nosso objetivo sempre foi conhecer a Amazônia na sua essência, depois de muito pesquisar optamos em reservar o Juma Amazon Lodge para ser o nosso hotel de selva. Na minha opinião uma viagem à Amazônia não é completa sem alguns dias em um hotel de selva e o roteiro perfeito envolve dias na selva e dias em Manaus. Definimos 3 noites/4 dias na selva e 4 noites/4 dias em Manaus
  • Hotel de selva ou Iberostar Grand Amazon: Foi difícil escolher, mas hoje tenho certeza que fizemos a escolha certa reservando hotel de selva. O Iberostar Grand Amazon parece muito bacana, mas não oferece uma experiência completa. Você estará embarcado em um cruzeiro, navegando pelo rio Negro ou Solimões. Não conheci o navio e quem sabe um dia, eu tenha a oportunidade de voltar e contar a minha experiência no navio. Mas gostamos tanto dos nossos dias no hotel, que não consigo imaginar experiência mais completa que essa.
  • Manaus: Dividimos nossa hospedagem em Manaus em duas partes: um dia antes do hotel de selva e dois dias e meio após o hotel de selva. Achei ótimo pois nos proporcionou estarmos hospedados em localizações diferentes na cidade, evitando grande deslocamentos para isso. O que mais me assuntou em Manaus foi o trânsito. Se puder, faça seu roteiro de maneira que você esteja na cidade durante o final de semana, pois é muito mais fácil se deslocar de um ponto à outro e a cidade fica muito mais tranquila.
  • Deslocamentos em Manaus: Utilizamos Uber para os deslocamento aeroporto/hotel/aeroporto e para atrações que desejávamos conhecer e foi muito tranquilo, além de econômico.
  • Definição de agência para passeio: Por termos escolhido um hotel de selva que oferece experiência completa na selva, muitos passeios já estavam incluídos no nosso pacote, porém eu fazia questão de fazer o Safári Amazônico, para ver de perto os botos cor de rosa e conhecer uma tribo indígena. Por indicação da Nath do blog Coisas que Amamos, conhecemos a agência Olímpio Carneiro e foi tudo perfeito. O que mais gostei do Safári Amazônico oferecido pela agência é que os grupos são pequenos, bem diferentes de outros barcos que vimos com mais de 60 passageiros. Não é o nosso estilo de viagem. Fizemos o tour em um barco com 9 pessoas e foi muito bom.
  • Se tiver maior disponibilidade de tempo, reserve pelo menos mais um dia para Manaus. Eu adoraria ter conhecido as cachoeiras de Presidente Figueiredo, que fica distante aproximadamente 1hora de Manaus.
  • Engana-se quem pensa que há muito mosquito na Amazônia. Pelo menos na região do rio Juma e do rio Negro, eles não existem, devido a acidez da água. Voltamos sem nenhum aplicada de mosquitos. 

Roteiro de uma semana na Amazônia |


Dia 01 - Manaus: Chegamos no início da tarde em Manaus, pegamos o Uber para o Tropical Executive Hotel, na Ponta Negra. Aproveitamos a tarde conhecendo a orla de Ponta Negra e aproveitando a maravilhosa piscina do hotel, que tem borda infinita para o rio Negro.
Dia 02 - Selva: Pontualmente às 6h30min da manhã vieram nos buscar no hotel para o translado até o Juma Amazon Lodge. São praticamente 3h de viagem até o Juma, sendo 30 min de carro até o porto da Ceasa, 30 min de barco até o outro lado do rio conhecendo o Encontro das Águas, 1 hora de micro ônibus e 1 hora de barco até o Juma.
Aproveitamos o final da manhã na piscina do lodge, almoçamos, conhecemos toda a equipe e às 15h saímos para o nosso primeiro passeio: pescaria da piranha.
Após o jantar ainda teve palestra no pequeno museu do Juma Lodge sobre curiosidades da vida amazônica, construção do hotel e vida animal.

Dia 03 - Selva: Após o café da manhã saímos para uma caminhada na selva. Um dos passeios mais interessantes, e cansativos, que fizemos por lá. Que calor é esse que faz na Amazônia, meu Deus!!!! Muito, mas muito calor mesmo, no meio da floresta. Mas foi muito interessante.
Aprendemos tantas coisas, e para nossa sorte, o passeio terminou com churrasco.
Na parte da tarde, passeamos de canoa no rio Juma. Uma delícia ficar remando com aquela paisagem como cenário, vendo os pássaros, o vai e vem de pescadores.

Dia 04 - Selva: O quarto dia começou com visita a casa do caboclo, que é como eles chama os nativos. Como todo mundo gostou muito de pescar, depois da vista, pedimos ao guia para pescar piranha novamente.
O passeio da tarde foi visitar uma árvore sumaúma, a árvore que inspirou o filme Avatar, que também é uma das árvores símbolo da Amazônia.
Após o jantar, o passeio mais aguardado por nosso pequeno viajante, a focagem de jacaré. Saímos de barco, totalmente no escuro, a procura dos animais. O guia procura os jacarés com um foco, que ficam paralisados com a luz. Pegamos, digo, eles pegaram, dois jacarés: um grandão e um pequenino. Eu preferi ficar só olhando mesmo.

Dia 05 - Selva/Manaus: O último dia começou cedo na selva. Acordamos às 5h para acompanhar o nascer do sol visto do rio. Saímos do hotel às 5h 30min para acompanhar esse espetáculo da natureza. Uma pena que o dia amanheceu um pouco nublado, e não deu para acompanhar o nascer do sol por completo, mas mesmo assim foi lindo.
Voltamos ao hotel, tomamos café da manhã e já era hora de arrumar as coisas para voltar à Manaus. No trajeto ainda paramos no flutuante do pirarucu, para ver como é pescar um dos maiores peixes da Amazônia.
Na parte da tarde fomos para o Bosque da Ciência, um lugar super bacana para aprender mais sobre os animais e a Amazônia. Vimos bicho preguiça, macacos e cotias na mata.

Dia 07 - Manaus: Saímos cedo para tomar café da manhã no Mercado Adolpho Lisboa e conhecer o centro histórico da cidade. Visitamos os museus do Palácio Provincial, Palácio Rio Negro, Museu do Índio e o maravilhoso Teatro Amazonas.
Na parte da tarde fomos conhecer o Zoo do Cigs para a alegria da criança da família. O zoo é bem legal, apenas com animais da Amazônia, mas se você não está viajando com criança, pode pular essa atração.

Dia 08 - Manaus: Às 7h30min, o Sr. Olimpio Carneiro nos buscou no hotel para o Safári Amazônico. Nos reunimos com o pequeno grupo no porto e seguimos para a programação do dia: interação com os botos, visita à uma tribo indígena, almoço em um restaurante flutuante e encontro das águas. Voltamos para Manaus próximo ao meio da tarde, cansados mas felizes.
Nossos dias em Manaus não renderam tanto quanto gostaríamos por causa do calor. Faz muito calor na cidade. Gostaria muito de ter visitado o Musa, mas estava tão calor que desistimos.

Como escolher um bom hotel de selva na Amazônia |

Já contei que minha ideia inicial era ficar hospedado no navio Iberostar Grand Amazon e que mudei de ideia ao longo do planejamento, pois achei que não seria uma experiência completa, como também  ficar hospedado somente em Manaus, fazendo bate e voltas, não seria uma alternativa. Eu queria um hotel de selva autêntico, afastado da cidade, para que a nossa experiência fosse a melhor possível.
Depois de muito pesquisar escolhemos o Juma Amazon Lodge e hoje posso dizer que estamos muito felizes com a nossa escolha. Amamos tudo.
Fatores que  me me ajudaram a definir o hotel de selva:
  • Distância da cidade: alguns hotéis são muito próximos da cidade, consequentemente menor a fauna e a flora e a convivência com nativos.
  • Custo: é fato que hospedagem na selva não é algo barato. Existem opções maravilhosas como o Anavilhanas Jungle Lodge e o Mirante dos Gaviões, porém não cabia no nosso orçamento. 
  • Relatos de ótima experiência com criança: crianças não são maioria no destino, por isso minha preocupação em escolher um hotel onde os pequenos são bem vindos e possam interagir com a natureza participando de todas atividades. 
  • Opções que achei interessante para famílias e que não custam um absurdo: Manati Lodge, Tariri Lodge, Juma Amazon Lodge, Eco Park Jungle Lodge
  • O Eco Park Jungle Lodge costuma estar em oferta no Zarpo.
Como eu já contei escolhemos o Juma Amazon Lodge e super recomendo. Em um primeiro momento a tarifa pode parecer alta, mas é preciso lembrar que está tudo incluído: translado de chegada e de saída a partir do hotel ou aeroporto (são 3 horas de trajeto entre carro/barco/micro ônibus/barco), todas as refeições (café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar), atividades, passeios e toda estrutura do lodge. Não é preciso gastar nada adicional.
A estrutura é ótima, com quartos confortáveis e uma piscina maravilhosa que nos salvou nos momentos de calor amazônico. A piscina fica em um deck flutuante, com água do rio. Porém sua estrutura é toda telada, evitando que animais entrem na área da piscina. Uma delícia.
Eu ainda irei escrever um post completo com toda a nossa experiência no Juma Amazon Lodge. Se quiser ver mais detalhes e consultar valores disponibilidade para o período da sua viagem, veja aqui.

Onde se hospedar em Manaus |

Escolher um hotel com bom custo benefício em Manaus não é tarefa muito fácil: ou é muito caro, ou muito muquifo. Só de ver as fotos no Booking.com eu já desistia de alguns.
Como dividimos a hospedagem em Manaus em duas partes, fui bem prática quanto a escolher duas localidades diferentes para hospedagem. Na primeira parte da viagem, ficamos na Ponta Negra e a segunda parte da viagem próximo à região central. Foi muito bom.
Nossa escolhas aprovadas para hospedagem:
  • Ibis Budget Manaus - O legítimo hotel BBB. Padrão de rede Ibis, novo, super bem localizado, próximo a 3 shoppings e em uma rua de fácil deslocamento a todas atrações da cidade. E o melhor de tudo é a tarifa: pagamos menos de R$120,00. Link para reserva
  • Tropical Executive Hotel - Vale demais a pena pela piscina que é maravilhosa, com borda infinita de frente ao rio Negro. Não é um hotel com boa localização para turistar em Manaus, mas se você conseguir dividir a hospedagem como a gente fez, super recomendo. Link para reserva


Para ver mais fotos, dicas e vídeos desse roteiro incrível que fizemos pela Amazônia, nos siga no Instagram no perfil @Fran_Agnoletto, pela #ViagensQueSonhamosNaAmazonia

Para salvar no Pinterest:

Reserve sua viagem__________________________________
🏨  Reserve  HOTEL no BOOKING.COM, pagando em moeda local, com garantia de menor preço e cancelamento gratuito.
📍Compre INGRESSOS, PASSEIOS e atividades com a TOURON, com garantia de menor preço e parcelamento em até 6 vezes no cartão ou boleto bancário. Evite filas e ganhe tempo.
💪Compre SEGURO VIAGEM com a SEGUROS PROMO. Utilizando o código VIAGENSQUES5, você recebe 5% de desconto adicional e ainda pode parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito ou com 5% de desconto adicional no pagamento com boleto bancário. Lembre-se que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO NA EUROPA, mas recomendado em todos os países do mundo. Conheça todos os detalhes importante na hora de contratar um seguro viagem e também as vantagens do plano Multi Trip para quem faz mais de uma viagem internacional por ano.
🚘  Alugue  CARRO com a RENTCARS, que possui os melhores preços entre várias locadoras do Brasil e do mundo. Pague em até 12 vezes no cartão de crédito ou com 5% de desconto no boleto bancário.
📱 Compre CHIP DE CELULAR para utilizar nos Estados Unidos e em outros 140 países, com a EASYSIM4U. Receba o chip na sua casa e instale assim que chegar no destino, sem burocracias ou perda de tempo. Utilizando o código VIAGENSQUESONHAMOS o frete é gratuito. Veja os detalhes da nossa experiência com o chip nos Estados Unidos e também durante um cruzeiro pelo Caribe.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter