25 fevereiro 2016

Tailândia com crianças | Como montar um roteiro de 12 dias que agrade a família inteira

A Tailândia estava nos meus sonhos de viagem fazia bastante tempo, mas eu nunca tinha parado para pesquisar roteiros e definir quantos dias ficaríamos em cada lugar. O certo foi, que com a passagem emitida, para 30 dias no Sudeste Asiático, eu teria que fazer milagres para incluir todos os lugares que gostaria de visitar. 
Decidimos mais ou menos assim: eu escolhi Tailândia, marido escolheu Bali e o pequeno escolheu a Universal Studios de Cingapura, que acabou sendo uma "pausa"entre os dois destinos paradisíacos. Essa parte até que foi fácil de definir, mas o mais difícil foi definir o que visitar na Tailândia, com só 12 dias livres inteiros. Digo inteiros, porque o dia de chegada e de saída do destino, eu nunca conto como parte do roteiro de viagem. É sempre uma correria e nunca da tempo de conhecer ou visitar nada. O nosso roteiro completo de viagem está no post "Ásia com criança | Roteiro de 30 dias conhecendo Tailândia, Indonésia e Cingapura".
Quem nos conhece sabe que adoramos praia. Praia é a "nossa praia", e sempre nossa preferência de viagem, mas ir até a Tailândia e não conhecer Bangkok era inadmissível, mesmo imaginando que eu não gostaria da cidade. Quer saber? Amei. Então tentei fazer um mix das nossas escolhas, definindo o que era prioridade: Bangkok e Koh Phi Phi, 4 noites de hospedagem para cada um dos destinos.





Krabi X Phuket
Para chegar em Koh Phi Phi, é preciso ser com ferry, que pode sair de Phuket ou de Krabi. Phuket é turisticamente muito mais conhecida, e em um primeiro momento pensei em fazer de Phuket a nossa base para visitar Phi Phi. Mas foi aí que comecei a ler muitos relatos de lá, e descobri que Phuket não era o que eu esperava da Tailândia. Não gostamos de destinos mega lotados, turísticos, prostituídos. Gostamos de paraísos, tranquilo, pouco conhecido. Além do que o trajeto de ferry até Phi Phi é um pouco mais longe que a partir de Krabi. Considerando que a família inteira fica enjoada em barcos, achamos melhor optar pelo menor trajeto. E depois de muita indecisão decidimos voar para Krabi. 
Outro fator importante a ser levado em conta na hora de montar o roteiro é a frequência de voos de/para o aeroporto do local. Minha ideia inicial era voar de Krabi ou Phuket para Bali, mas nenhum dos dois aeroportos oferecia essa possibilidade. Simplesmente escolhi Krabi e mudamos o destino para Cingapura e de lá voamos para Bali.
Ao Nang X Railay
Definidos os quatro dias de hospedagem em Bangkok e os quatro dias de hospedagem em Koh Phi Phi, eu teria ainda mais quatro dias livres para ficar em alguma praia e as principais escolhas eram Ao Nang e Railay, em Krabi.
Ao Nang é a "praia urbana"de Krabi, e pelo o que pesquisei, a maioria dos turistas ficam hospedados lá, utilizando o local como base para os passeios a Railay, Koh Phi Phi, Maya Bay, Mosquito Island entre tantos outros passeios a disposição. Em Ao Nang, a hospedagem é mais barata e também tem mais opções de restaurantes, fast food e etc para alimentação.
Depois que vi muitas fotos de Railay, me encantei e decidi bater o martelo e ficar três dias naquele paraíso. Railay Beach está localizada na ponta da península de Krabi e a única maneira de chegar até lá é via mar, com barco do tipo LongTail (aqueles barcos tão tradicionais na Tailândia). Railay é maravilhoso e as opções de hospedagem por lá, fazem juz a beleza da praia.


Railay Beach

Bom, ainda teríamos um dia livre, mas como li muitos relatos de mar revolto e barcos cancelados, achei mais prudente ficar um dia hospedados em Ao Nang, na noite anterior ao voo de partida, para não correr risco de perder o voo, caso acontecesse alguma eventualidade. Parece que acontecem com frequência. E lembre-se Koh Phi Phi e Railay só são acessíveis através de barco. Então a nossa última noite livre foi em Ao Nang, onde aproveitamos para conhecer a praia, fazer massagem e fazer um passeio de elefante.
Por do sol em Ao Nang
Roteiro de 12 dias pela Tailândia:
Dia 01 - Bangkok: Dia livre para adaptação ao fuso horário.
Dia 02 - Bangkok: Grand Palace, Wat Pho, Wat Arum e Kao San Road
Dia 03 - Bangkok: Mercado Flutuante Damnoem Saduek e Golden Mountain
Dia 04 - Bangkok: Ayutthaya e Asiatique 


Dia 05 - Bangkok/Krabi/Railay - manhã em Bangkok e início da tarde voo para Krabi com destino a Railay Beach.
Dia 06 - Railay Beach: conhecer praias
Dia 07 - Raylay Beach: Hong Island
Dia 08 - Railay Beach/Phi Phi - Ferry para Phi Phi pela manhã
Dia 09 - Phi Phi: Passeio Maya Bay 


Dia 10 - Phi Phi: Bamboo Island e Mosquito Island 

Dia 11 - Phi Phi: Long Beach
Dia 12 - Phi Phi/Ao Nang - Ferry para Krabi e a tarde passeio de elefante em Ao Nang.
Dia 13 - Krabi/Singapura - Voo para Singapura pela manhã. 

O que você visitaria se tivesse mais dias para incluir no roteiro?
Se eu tivesse mais dois livres eu iria conhecer a ilha de Koh Lipe. Vi algumas fotos e fiquei encantada com a beleza do local. Veja esse post do 7 Continents1 Passaport para se inspirar. É ou não é o paraíso?
E se eu tivesse mais cinco dias, eu incluiria Koh Lipe e depois mais três noites em Koh Phanghan, pra visitar as ilhas de Koh Tao e Nang Yuan, que deve ser outro paraíso na terra.
E tendo mais tempo livre, no caso mais uns três dias extras, eu iria para o norte da Tailândia, conhecer Chiang Mai, mas para isso eu acredito que sejam necessários pelo menos uns 20 dias na Tailândia, sem contar o dia de chegada e de partida.
Dicas práticas:
* Não esqueça que para visitar a Tailândia é necessário apresentar o certificado internacional de vacinação da febre amarela, no momento da imigração no aeroporto. Para emitir a carteira internacional é só apresentar a sua carteira nacional em um ponto da Anvisa. Nós fizemos no aeroporto de Porto Alegre.
* Não faça do seu roteiro uma gincana, colocando muitos lugares em poucos dias. Lembre-se que você perderá bastante tempo nos deslocamentos. Calcule na melhor das hipóteses, meio dia. Às vezes você pode levar o dia inteiro para chegar ao destino, considerando tempo de espera em aeroportos, barcos e translado entre um meio de transporte e outro. Menos do que dois dias em cada destino, será muito pouco tempo. Considere pelo menos três noites em cada destino, ainda mais se estiver viajando com criança.
* A Tailândia  sofre com períodos de monções, de julho a outubro, onde as temperaturas são mais amenas mas chove muito. Evite viajar nesse período. Se não tiver escolha, troque a região do mar de Andaman na costa oeste do país (Krabi, Koh Phi Phi), pelas ilhas e praias da costa leste, que costumam não sofrer com as chuvas. Nós viajamos durante o mês de novembro e o tempo estava ótimo, com chuvas apenas no final do dia, em alguns dos dias e bastante calor. Perfeito para aproveitar a praia.
Posso confessar?  Estou morrendo de saudades da Tailândia! E você já conhece a Tailândia, compartilhe com a gente o seu roteiro.
* Não esqueça de levar filtro solar e repelente. Em Railay e especialmente em Koh Phi Phi havia muito mosquito.
* Na hora de fazer a mala (da sim para viajar de mala de rodinhas, hein gente?) maneire na quantidade de roupas e leve só roupas leves. Praticamente usamos só regatas por causa do calor, shorts e havaianas. Mas lembre-se de levar calça ou saia longa para visitar os templos. Nós viajamos 30 dias com uma mala de 23 Kg para nós três e foi suficiente. Fui muito zoada antes da viagem, por ter decidido viajar com mala de rodinhas e não mochilão, mas no final deu tudo certo e vi muitos outros turistas viajando com malas. 

Para ver mais fotos, siga nosso perfil no Instagram - @Fran_agnoletto e a #ViagensqueSonhamosNaTailandia
Outros posts sobre a Tailândia:
* Visitando Ayutthaya | Patrimônio Mundial da Humanidade
* Como é o passeio ao mercado flutuante de Damnoen Saduak
* Bangkok | Roteiro de quatro dias, com dicas de passeios, locomoção e hospedagem
* Bay View Resort | review de hospedagem em Koh Phi Phi
* Onde comprar chip de internet e telefone na Tailândia
* Ásia com criança | Roteiro de 30 dias conhecendo Tailândia, Cingapura e Indonésia
* Maya Bay | Ainda é possível visitar esse lugar paradisíaco sem muvuca
* Passeio de elefante na Tailândia | Nossa experiência em Ao Nang
* Koh Phi Phi | Roteiro de quatro dias para aproveitar o melhor da ilha
* Railay Beach | Muito mais que uma praia bonita
Procurando hotel na Tailândia?
Use o banner localizado na lateral direita dessa página, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e ainda fornece uma pequena comissão para o blog. Lembrando que a maioria da reservas são com cancelamento gratuito. Você pode reservar para garantir o preço, e continuar acompanhando as reservas. Se achar uma oferta melhor de outro hotel, é só cancelar a reserva, sem custo, online. 

SalvarSalvar

22 comentários:

  1. Estou adorando seus posts sobre este roteiro pela Asia!!! Sabe que estão me inspirando? A Tailândia deve ser mesmo um sonho!!! Quem sabe, no futuro... Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili,
      Fico muito feliz que esteja inspirando vocês!!
      Tenho certeza que irão amar!!

      Beijos

      Excluir
  2. Show Fran! Continuo viajando contigo nessa trip e anotando as dicas!!!
    Lindas fotos!!! Bj

    ResponderExcluir
  3. Adorando os posts!!!
    Qual foi o mês da viagem?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  4. Oi Nívia,

    Viajamos no mês de novembro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Francine!
    Fiquei muito feliz em achar seu post, pois estamos planejando a viagem para Dezembro/16 com a nossa filha de 8 anos!
    Qual hotel/ bairro vc ficou em Bangkok ? Todos os hotéis que pesquiso no Booking.com só dão opção de quarto para 2 apesar de pesquisar incluindo 1 criança. Você reservou assim mesmo ? Ou precisou pedir cama extra quando chegou lá ?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anna,
      Que bom que gostou. Eu Reservei o Rambuttri em quarto triplo.
      É um hotel simples, bem localizado, que atendeu super bem nossas expectativas.
      Talvez seja bom fazer um reserva com cancelamento gratuito e enviar um email para confirmar a opção de cama extra.
      Beijos

      Excluir
  6. Olá,compramos nossa passagem para Janeiro, com nosso filho de 6 anos, acho que a mesma idade que o seu?!
    Como vocês fizeram para administrar todo o tempo de aeroporto e avião?
    Beijos, adorei seu site!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii,
      Sim, o guri fez 6 anos durante a viagem.
      No avião ele vai tranquilo. Adora assistir filmes, e mesmo assim eu sempre levo livros de atividades, algum joguinho ou cartas para distrair, além de lanches. Se viajaram com a Qatar, como a gente, eles distribuem kit diversão para as crianças.
      Nossas conexões não foram longas, então nos aeroportos aproveitamos para caminhar, esticar as pernas, olhar as lojas.
      A verdade é que ele adora e não incomoda nada mesmo.
      Depois me conte como foi!!!!
      beijão

      Excluir
  7. Bom dia, Fran!! Considero que a viagem começa no planejamento e no sonho de poder sentir tudo que vc descreve nos seus comentários. Minha viagem ao Hawaii foi incrível devido ao seu blog, e certamente vamos seguir batendo perna pelo mundo com suas dicas, dessa vez iremos passar 20 dias na Thailandia no final de novembro/2017. Parabéns e que Deus proteja toda sua família.
    Alexandre e Larissa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alex,
      Você não sabe como comentários assim me deixam feliz. Vocês leitores que são especiais e é por vocês que eu escreve esse blog. Quero que mias pessoas descubram essas maravilhas do mundo. Experiências são para serem compartilhadas!!! E é muito bom ter pessoas especiais como vocês para compartilhar!!!! Espero que a viagem de vocês seja maravilhosa!!!
      Obrigada de coração

      Excluir
  8. Olá Fran, estou querendo ir em Julho/17, como é alta temporada, vc acha que vale a pena?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Julho não é alta temporada na Tailândia, pois é época de monções com muita chuva. O lado do Mar de Andaman onde fica Phi Phi e Railay não é recomendado visitar nessa época. Você poderia visitar o lado do Golfo da Tailândia, que também tem praias lindas.
      Beijos

      Excluir
  9. Ótimo e roteiro post Francine!!
    fizeram muito bem em para Phi Phi saindo de Krabi, e não perderam muita coisa não visando Phuket.
    Visite sim Koh Lippe an próxima vez que você vai adorar ;)
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Péricles,
      Koh Phi ficou para a próxima.
      Voltaremos com certeza.
      Abraços

      Excluir
  10. Oi! Gostaria de saber que cia aérea vc utilizou pra fazer o trajeto Bangkoc e Krabi. Recomenda? Teve algum problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nelly, fui com minha família em dezembro do ano passado. Comprei passagens da Air Asia (low cost) direto no site deles. SUPER tranquilo. Atenção com o peso das bagagens. Eu optei por pagar 20kg logo na compra da passagem.
      Talvez a Francine tenha usado outra companhia aérea.

      Excluir
    2. Nelly, nós voamos AirAsia e gostamos muito. É uma companhia Low Coast, mas bem eficiente.
      Contei como foi nesse post: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2016/02/como-e-voar-air-asia-com-crianca.html

      Beijos

      Excluir
  11. Olá. Gostei muito dos seus posts sobre a Tailândia. Na sua ida de barco até Railey é tranquilo levar malas? E o hotel também oferece transfer de volta? Obrigado !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe,
      Obrigada que bom que gostou. Foi super tranqüilo com mala, tanto no transfere privativo que contratamos no hotel quanto com o transfer que utilizamos para ir para Phi Phi.
      O hotel oferece sim transfere de volta, mas como íamos para Phi Phi direto de Railay, acabamos contratando o transporte direto para lá.
      Railay é demais!
      Abraços,

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise aqui qualquer conteúdo do Viagem que Sonhamos, tecle enter